NWSL anuncia retorno para 27 de junho, com jogos disputados em sede única

- NWSL Challenge Cup será realizada sem público e contará com nove equipes
NWSL anuncia retorno para 27 de junho, com jogos disputados em sede única

A NWSL (National Women's Soccer League), em português Liga Nacional de Futebol Feminino, anunciou nesta quarta-feira (27) que realizará a Challenge Cup, entre 27 de junho e 26 de julho. Essa é a primeira competição organizada pela NWSL desde o Campeonato Nacional de 2019, que teve como campeão o North Carolina Courage.

A NWSL Challenge Cup será um torneio de 25 jogos com rodada preliminar e playoffs. Os jogos serão no Rio Tinto Stadium em Sandy e o Zions Bank Stadium em Herriman. Os estádios pertencem ao estado de Utah, contudo, o acesso do público não será permitido.

“Cada jogadora e cada membro essencial da equipe serão examinados 48 horas antes de sua partida para Utah e na chegada e serão submetidos a testes, medições de temperatura e revisão dos sintomas durante a sua estadia em Utah, disse a NWSL.

Os nove times da NWSL disputarão quatro jogos cada e os oito primeiros se classificarão para a fase mata-mata. Todas as partidas da fase prévia e das quartas de final serão em Herriman. Entretanto, as semifinais e a decisão serão no Rio Tinto Stadium, em Sandy. A rede de televisão americana CBS, transmitirá os confrontos em seus canais.

No entanto, muitas jogadoras da Seleção dos Estados Unidos ainda não decidiram se vão participar da NWSL Challenge Cup devido a preocupações relacionadas ao coronavírus, informou o Washington Post.

“Quando nosso país começa a reabrir e se ajustar com segurança à nossa nova realidade coletiva, e com o apoio entusiástico de nossas jogadoras, proprietários e parceiros comerciais novos e atuais, a Liga Nacional de Futebol Feminino está empolgada em trazer o futebol profissional de volta aos Estados Unidos”, declarou a comissária da liga, Lisa Baird.

Retorno dos treinos

A NWSL havia liberado os clubes a retornar as atividades físicas individuais desde dia 6 de maio. Todavia, as atletas teriam de manter distância mínima de dois metros, além de outras recomendações de higiene, como lavar as mãos constantemente.

Posteriormente, no dia 25, todos os clubes puderam avançar para a fase dois do retorno das atividades. Desse modo, as equipes foram liberadas para realizar treinos em grupos pequenos. Todos os grupos durante a fase dois não devem exceder oito jogadoras. Antes que entrem em uma instalação, todas as atletas devem concluir uma avaliação pré-treinamento e realizar uma avaliação diária dos sintomas e da temperatura.

A partir de sábado (30), os times da NWSL poderão progredir para a fase três. Nesta parte do projeto de retomada das atividades, as equipes poderão realizar treinamento com a equipe completa, desde que cinco dias cumprindo a fase dois tenham sido concluídos. Assim, levando em consideração que os treinamentos não violem as restrições estaduais ou locais aplicáveis.

Dell Loy Hansen, proprietário da equipe do Utah Royals, disse que seu estado está pronto para sediar este campeonato e oferecer aos clubes um ambiente controlado contra a ameaça do vírus.

Utah está preparado de maneira única para receber todas as nove equipes da NWSL e organizar um tremendo torneio”, disse Hansen, que disse ter “total apoio” do governador (republicano Gary Herbert) e de especialistas médicos.

Utah ocupa o 34º lugar entre os estados com o maior número de casos de coronavírus, registrando mais de 8.600 infecções e mais de 100 mortes.

Foto destaque: Divulgação/NWSL

Erica Viana

Sobre Erica Viana

Erica Viana já escreveu 11 posts nesse site..

Sou Erica, tenho 27 anos e a paixão pelo futebol começou pelo meu time, Corinthians. Fui conhecendo outras modalidades e criando carinho por outros esportes. Sempre que possível, vou ao estádio assistir jogos do Corinthians, com preferência pelos jogos do feminino. Sou formada em marketing e estou em formação para jornalismo, que iniciei pela identificação com a área de comunicação e por querer sentir além do "ser torcedor". Pretendo me especializar no jornalismo esportivo, para trabalho dedicado à área e futuramente, ao futebol feminino.

BetWarrior


Poliesportiva


Erica Viana
Erica Viana
Sou Erica, tenho 27 anos e a paixão pelo futebol começou pelo meu time, Corinthians. Fui conhecendo outras modalidades e criando carinho por outros esportes. Sempre que possível, vou ao estádio assistir jogos do Corinthians, com preferência pelos jogos do feminino. Sou formada em marketing e estou em formação para jornalismo, que iniciei pela identificação com a área de comunicação e por querer sentir além do "ser torcedor". Pretendo me especializar no jornalismo esportivo, para trabalho dedicado à área e futuramente, ao futebol feminino.

    Artigos Relacionados

    Topo