Na quarta-feira (29), o Novo Hamburgo recebe o Grêmio na Arena Alviazul, em Lajeado. A partida, que é válida pela 6ª – e última – rodada do segundo turno do Campeonato Gaúcho, terá início às 15h (horário de Brasília). Os Tricolores já estão classificados para as semifinais da competição e irão com com os reservas para o confronto. Por outro lado, o Nóia precisa vencer para não depender de resultados paralelos.

NOVO HAMBURGO

Desde a retomada do Gauchão, o Anilado pontuou nas duas vezes que entrou em campo. A equipe venceu uma partida e empatou outra. Dessa forma, estabelecendo uma posição confortável na tabela geral, bem como, assumindo a 2ª colocação do Grupo A. Somando sete pontos, o Novo Hamburgo está a um ponto do primeiro colocado – o Inter – e empatado com o Juventude, levando vantagem no saldo de gols. Dessa maneira, precisa vencer na última rodada para garantir vaga e até, quem sabe, conseguir a liderança do grupo.

GRÊMIO

Visando as semifinais e evitando o desgaste de jogadores importantes, o técnico Renato Portaluppi utilizará os reservas na partida contra o Novo Hamburgo. Na retomada da competição, o Grêmio venceu o clássico Grenal e empatou em 1 x 1 contra o Ypiranga. O Tricolor lidera o Grupo B e precisa de um empate para consolidar a posição.

https://twitter.com/Gremio/status/1287422387571625987

RETROSPECTO – NOVO HAMBURGO X GRÊMIO

As equipes já se enfrentaram por 174 vezes na história. Em resumo, são 123 vitórias gremistas, 16 do Nóia e 35 empates. Nessas partidas, o Grêmio marcou 433 gols, enquanto o Novo Hamburgo balançou as redes 157 vezes. O último confronto entre os clubes foi no dia 20/01/2019. Os Tricolores venceram pelo placar de 4 x 0.

APOSTA INDICADA E PALPITE

Precisando vencer para garantir a classificação, bem como, levando em conta as escalações e motivações, é esperado um Novo Hamburgo com sede de vitória na partida de quarta-feira (29). Dessa forma, o palpite indicado é de uma vitória pelo placar de 1 x 0 aos mandantes.

Foto destaque: Divulgação / FNV

 

Avatar
Kamilla Kopsell
Gaúcha que entrou no jornalismo pelo gosto à comunicação e ao esporte. Seja por transmissão, crônica ou notícia, falar do futebol sempre foi fácil. Afinal, o amor por ele sempre esteve presente.

Artigos Relacionados