A novela de Walter

Agressão, justiça, arrependimento, protagonizam os dias conturbados do atacante

No dia 24 de fevereiro ocorreu algo que mudaria completamente o ambiente do Goiás. Em um jogo treino, o centroavante entrou numa discussão com o goleiro Matheus e acabou o agredindo com uma cotovelada. O defensor teve que ir ao hospital para passar por uma bateria de exames.

O caso surpreendeu muita gente, mas não muito os diretores do esmeraldino. Walter já estava criando certo desconforto no relacionamento com a diretoria e torcedores. Uma semana antes da agressão, o atacante, por conta das más atuações, foi vaiado pela torcida do Goiás após jogo contra a Aparecidense pelo estadual. “Posso deixar o Goiás se estiver atrapalhando”, disse depois das críticas negativas.

Para piorar, o atacante desmentiu publicamente a declaração do diretor Harlei de Menezes. O ex-goleiro e ídolo do clube comentou que, após a agressão, Walter chegou a dizer que faria tudo novamente se precisasse. O atacante do clube ficou chateado e afirmou que nunca havia dito isso e se arrepende muito de ter dado a cotovelada.

 

Fase técnica ruim

Como se não bastassem as polêmicas, o atleta vive uma fase horrível dentro das quatro linhas. Na temporada, não conseguiu marcar nenhum gol e, para completar, ele está visivelmente acima do peso. O problema da balança nunca foi um problema para o seu rendimento técnico, porém, agora que ele está mal, isso é a primeira coisa a ser observada.

Apesar de atuações ruins nesta temporada, alguns clubes estão a procura do atacante. O Ceará foi o primeiro a correr atrás, mas, o jogador cujo ainda tem contrato com o Porto, está com vontade de continuar no Goiás.

Atualmente, Walter está proibido de dar as caras no clube e uma reunião já foi feita junto ao jogador, porém nada foi decidido. Será que o atacante vai ficar no clube? Isso só o futuro poderá dizer. Eaí, gostaria de ter o ‘gordinho' no seu time?

Sergio Vitor
Sergio Vitor
Jornalista com 22 anos de idade, atua, há três, como repórter, redator e social media para uma revista especializada do setor de seguros, economia e negócios. Em 2016, ainda na graduação, começou a dedicar seu tempo escrevendo matérias no Futebol na Veia. Atualmente, é responsável pela análise de SEO do FNV, além de participar de programas esportivos na rádio, todos alinhados ao site.

Artigos Relacionados

Topo