Nova Zelândia x Estados Unidos

Primeiramente, Nova Zelândia x Estados Unidos se enfrentaram na manhã deste sábado (24), pela 2ª rodada das Olimpíadas. Assim, em um duelo tranquilo e com domínio absoluto das estadunidenses, a equipe norte-americana saiu vitoriosa pelo placar de 6 x 1. E poderia ter sido bem mais.

Assista aos melhores momentos de Nova Zelândia x Estados Unidos

1º tempo: superioridade estadunidense e show de impedimentos

Buscando se redimir da má impressão na 1ª rodada, os Estados Unidos tentaram ficar com a bola e sufocar a Nova Zelândia dentro de seu campo de defesa. Entretanto, a primeira boa chance foi da equipe rival. Assim, aos 6′, Wilkinson, principal jogadora neozelandesa, recebeu e arriscou de fora da área, obrigando Naeher a fazer boa defesa. Dois minutos depois, Lavelle recebeu um bom passe, viu a goleira mal posicionada e abriu o placar para as norte-americanas.

A partir daí, foram quatro gols norte-americanos anulados por impedimento. Assim, Lloyd, Heath, Rapinoe Horan tiveram seus tentos invalidados. Na sequência, aos 42′, Wilkinson recebeu um bom cruzamento e cabeceou no contrapé de Naeher. A bola tirou tinta da trave. Mais uma vez, dois minutos depois, os Estados Unidos balançaram as redes. Porém, dessa vez, o gol foi regular. Em cobrança de escanteio, Ertz escorou para Horan completar para o fundo das redes.

2º tempo: pressão norte-americana e muitos gols

Se na etapa inicial foram apenas dois gols, a final teve cinco. E nenhum invalidado. Sendo assim, os Estados Unidos estavam pressionando, mas só acharam o terceiro tento aos 17′, quando Lloyd escorou um cruzamento para o meio, a zagueira Erceg tentou cortar, mas mandou contra o próprio patrimônio. Mais tarde, aos 26′, a Nova Zelândia descontou, com Hassett recebendo um bom cruzamento de Satchel. Posteriormente, aos 35′, Press recebeu entre as zagueiras, fez um ótimo domínio e bateu forte para mandar a bola para as redes.

Mesmo vencendo de 4 x 1, a equipe estadunidense não parou de sufocar as neozelandesas. Sendo assim, aos 42′, Press fez uma boa jogada individual e cruzou para Morgan, livre, fazer mais um para os Estados Unidos. Por fim, no último lance, Press cruzou mais uma vez, e a zagueira Bott tentou cortar. Entretanto, jogou contra o próprio gol, tirando qualquer chance da goleira Leat defender. Dessa forma, a vitória foi sacramentada em 6 x 1.

Nova Zelândia x Estados Unidos – e agora?

Com o péssimo resultado, a Nova Zelândia tem chances remotas de classificação para a próxima fase. Assim, não tem pontos e um saldo de gols de menos seis, enquanto a Austrália, primeiro time acima na classificação, tem três pontos e menos um de saldo. Por outro lado, as atuais campeãs do mundo reverteram a má impressão deixada na 1ª rodada e pularam para a 2ª colocação no Grupo G com um saldo de dois gols positivos.

Por fim, as neozelandesas encaram a Seleção Sueca pela última rodada da fase de grupos, na próxima terça-feira (27), às 5h (horário de Brasília). Já a Seleção Estadunidense tem a Austrália pela frente, na briga pela classificação direta para a próxima fase. Sendo assim, a partida também ocorre na terça-feira (27), às 5h (horário de Brasília).

Foto Destaque: Divulgação/US Soccer WNT

Gabriel Vicco
Oi, eu sou o Gabriel Vicco e sou apaixonado por futebol e sempre o tive o sonho de trabalhar com isso. Escolhi o jornalismo por gostar de escrever e me comunicar de várias maneiras. Tenho uma página no Instagram com alguns amigos, o Debate (@debate.fcs), onde postamos notícias, análises e coberturas do Brasileirão Feminino. Atualmente, tenho a certeza de que a profissão que mais almejo é o jornalismo esportivo, por isso busco por experiências e pela minha evolução nesse ramo.