No Dérbi da Madeira, Marítimo e Nacional empatam pela Primeira Liga (Foto: Reprodução / LUSA)

Neste sábado (31), Marítimo e Nacional realizaram o clássico madeirense em jogo válido pela 6ª rodada da Primeira Liga. Assim, no Estádio do Marítimo, as equipes fizeram um jogo fraco na primeira etapa, mas compensaram com boas chances criadas na jornada final. No entanto, não conseguiram tirar o zero do placar que foi ruim para ambas que seguem no meio da tabela.

1º TEMPO

A primeira etapa foi morna e sem maiores inspirações das equipes. Assim, com dificuldades para infiltrar nas áreas adversárias, ficaram reféns de chutes de fora. Logo, a dificuldade era tamanha que apenas aos 18′, o Marítimo criou a primeira boa chance em uma cabeçada de Joel, após cruzamento de Pedro Pelágio. Em seguida, Jorge Correa deu passe para Pelágio que experimentou de longe, mas o goleiro do Nacional defendeu.

Na sequência, o Marítimo ainda chegaria em outra boa investida de Joel, mas que não encontrou a direção do gol. Assim, na reta final, o Nacional foi começando a ganhar terreno no campo de ataque. Logo, aos 37′, Larry Azouni encontrou Brayan Riascos que finalizou para boa defesa do goleiro dos Leões da Madeira. Em seguida, João Camacho tentou de fora da área, mas parou no arqueiro mandante. No fim, ainda teve tempo para Camacho, novamente, tentar novo arremate, mas sem sucesso.

2º TEMPO

Na volta do intervalo, a partida melhorou de rendimento e as equipes passaram a alternar melhores momentos em campo. Apesar de um bom retorno do Nacional, com o chute de fora da área de Vincent Thill, foi o Marítimo que dominou o começo da segunda etapa. Assim, pelo lado esquerdo, Rodrigo Pinho obrigou uma boa defesa do goleiro dos Nacionalistas. Em seguida, também de longe, Cláudio Winck mandou para fora. Aos 19′, Rodrigo Pinho ainda teve chance em uma cabeçada, mas não encontrou a direção do gol.

Já na reta final, o Nacional voltou a ameaçar com Ruben Freitas disparando chute de fora da área, mas sem direção. Em seguida, também de longe, os Nacionalistas chegaram com Abdullahi Ibrahim Alhassan que parou na defesa mandante. Próximo aos acréscimos, as equipes se revezaram no campo de ataque e promoveram seguidas chances de gol. No entanto, sem sucesso, a partida terminou empatada em 0 x 0.

MARÍTIMO x NACIONAL – E AGORA?

Dessa forma, com o resultado, Marítimo e Nacional caíram uma posição e ocupam a 11ª e 10ª colocações, respectivamente, chegando juntos aos sete pontos. Agora, na próxima rodada, os Leões da Madeira visitam o Famalicão, no sábado (7/11), às 15h (horário de Brasília). Enquanto que os Nacionalistas recebem o Gil Vicente, no domingo (8/11), ás 12h (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS – MARÍTIMO x NACIONAL

Foto Destaque: Reprodução / LUSA

Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 29 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados