No caminho da Bola de Ouro…

Antoine Griezmann, ou simplesmente Griezmann, é um jogador de futebol francês, de 25 anos, que vem conquistando fãs na Europa e quem sabe até do mundo, com um estilo de jogo de velocidade, boas arrancadas, bom chute, dribles em velocidade, um excelente jogador, um craque.

É francês mas curiosamente começou jogando na Espanha. O Real Sociedad foi seu primeiro time. O jovem jogador começou nas categorias de base do time espanhol aos 14 anos e em 2 de Setembro de 2009, estreou pelo time principal no campeonato Espanhol, contra o Rayo Vallecano. Permaneceu no Sociedad por 5 temporadas, marcando 52 gols.

Na temporada 2014-15, foi contratado pelo Atlético de Madrid, que havia sido vice-campeão da UEFA Champions League a pouco tempo (perdeu para o arquirrival, Real Madri), por 30 milhões de Euros (120 milhões de reais, aproximadamente). Na primeira temporada fez 25 gols em 53 jogos e levou, junto ao Atlético, o título da Supercopa da Espanha em cima do Real Madrid.

Virou “o cara” do time na temporada 2015-16, marcando gols importantes, que levou o Atlético a terceira posição na tabela do Campeonato Espanhol e mais importantes ainda foram os gols na UEFA Champions League, onde marcou duas vezes no jogo de volta da contra o Barcelona, em Madrid, no Vicente Calderón, na vitória por 2 x 0, após perder a primeira partida por 2 x 1. O Atlético de Madrid avançou às semifinais onde encararia o poderoso Bayern de Munique. Vitória por 1 a 0 em Madrid, gol de Saúl. No jogo de volta, Griezmann marcou de novo, desta vez de pênalti, na derrota por 2 x 1, em Munique, o que classificaria o time espanhol para a final da Champions League 2016, pelo gol fora de casa, para encara o arquirrival, Real Madrid.

Desta vez Griezmann tem a chance de ajudar o Atlético a fazer uma nova história e escrever seu nome e também o nome do Atlético de Madrid na história. O Atlético nunca venceu a Champions League e esteve perto disso em 2014, mas perdeu a chance nos acréscimos do segundo tempo, aos 48 minutos, quando Sérgio Ramos empatou de cabeça, levando pra prorrogação, onde “sem pernas” os colchoneros perderiam por 4 a 1 para o Real Madrid do melhor do mundo daquele ano, Cristiano Ronaldo.

Se Griezmann vencer a Champions amanhã, se torna sério candidato a quebra a hegemonia Cristiano-Messi dos últimos 8 anos e vencer o prêmio de melhor do mundo. Não apenas por vencer a Champions, mas 2016 é ano de Eurocopa, uma das competições mais acirradas e bem disputadas do mundo. Em ano de Eurocopa, ela conta bastante (a Champions League conta muito todo ano, só não conta mais que Copa do Mundo) para a eleição de melhor do mundo. O fato é que a Seleção da França é uma das sérias candidatas ao título da Euro ao lado da Alemanha. Mais candidata ainda pela competição ser em casa.

Os franceses vinham mal na maioria das competições, mas em 2014 isso começou a mudar, uma nova safra de jogadores surgiu e ajudou a França a reformular sua Seleção, chegando até as quartas de final da Copa do Mundo, onde foi eliminada pela campeã Alemanha. Hoje conta com novas caras, jovens e destaques em seus clubes como Lucas Digne, lateral-esquerdo da terceira colocada do italiano, Roma; Kanté, volante sensação do campeonato inglês, jogador da zebra campeã inglesa Leicester City; Matuidi, volante do campeão francês, PSG; Pogba, volante habilidoso e mais cobiçado do mundo, da campeã italiana, Juventus; o meia-atacante veloz do campeão alemão Bayern de Munique, Coman; o jovem atacante do Manchester United, queridinho da torcida vermelha, Martial; todos comandados por Didier Deschamps, craque francês campeão do mundo em 1998, com a bola nos pés e que também já venceu títulos como treinador na França e comanda muito bem e convocou bem também, a Seleção Francesa.

Griezmann faz parte de uma excelente geração do futebol francês e esse ano tem tudo para ser perfeito para o jogador de apenas 25 anos. Que venha a Champions amanhã e a Euro em Julho para coroar a grande temporada deste fantástico jogador que batalhou muito esse ano, venceu gigante junto ao seu time e merece a glória.

BetWarrior


Poliesportiva


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
https://docs.google.com/spreadsheets/d/1izZLGz7it19teR839S0enlfi2W1drJQlmkiw4YDks2w/edit#gid=0

Artigos Relacionados

Topo