Após rodar por equipes diferentes no últimos anos, o atacante Rogério, vulgo Neymar do Nordeste, teve o contrato com o Bahia publicado no BID (Boletim Informativo da CBF), na tarde desta terça-feira (9). Contudo, apesar do atacante ter contrato com o clube até maio, o jogador foi anunciado como reforço no Al Diwaniyah, do Iraque.

Por outro lado, o Tricolor de Aço já havia comunicado que o atacante, embora tenha vínculo com o clube, não iria retornar ao time. Logo, Rogério seria emprestado novamente.

A priori, o atacante chegou ao Bahia em 2019. Com muita expectativa, pois vinha de boas atuações, gols, que o credenciaram com o Neymar do Nordeste. Porém, o atleta não vingou e em 26 jogos, marcou somente dois gols.

Posteriormente, o atacante foi emprestado ao Ceará, fez oito jogos, não balançou as redes, deixou o clube e embarcou no Sport. Apesar do sucesso onde ficou por três temporadas, Rogério não conseguiu se firmar, fez sete partidas e não balançou as redes. Por fim, no Juventude, Rogério participou do time que garantiu o acesso na próxima Série A. Marcou dois gols e teve boas atuações.

Injustiçado no São Paulo?

Rogério teve como grande clube da carreira o São Paulo. Em 2015, assinou com o clube do Morumbi por três anos. Logo na estreia, fez seu primeiro gol com a camisa tricolor num duelo contra o Internacional, vencido por 2 x 0. Marcou também contra o Goiás, gol que garantiu o time na edição seguinte da Libertadores de 2016. Em fevereiro de 2016, marcou o gol que deu a classificação à fase de grupos do torneio. Porém, perdeu espaço no time e ainda no meio do ano foi emprestado ao Sport e depois comprado em definitivo.

Foto Destaque: Divulgação/Instagram

Gilvan Rodrigues
Gilvan Rodrigues
Gilvan Junior, 20 anos, natural de Feira de Santana, estudante de jornalismo pela FAT. Desde pequeno, meu principal assunto era o esporte. Sempre acompanhado programas, sites, etc. Decidir, partir pra área que me dará a oportunidade de viver daquilo que mais amo. O futebol.