Neilson

A situação do Retrô na reta final do Campeonato Pernambucano é delicada. Sem vencer há cinco partidas, a Fênix, time de Neilson, terá um duelo decisivo neste domingo (2), às 16h (horário de Brasília), na Arena Pernambuco, diante do Vitória das Tabocas, em jogo válido pela 9ª e última rodada da primeira fase. Assim, não depende apenas de si para conquistar a vaga às quartas de final do estadual.

Com a derrota por 3 x 2 para o Santa Cruz na noite da quarta-feira (28), o time de Camaragibe se manteve na 7ª colocação na tabela, com sete pontos. Dessa forma, agora precisa ganhar seu confronto e ainda torcer para que o Vera Cruz, primeiro clube na zona de classificação com dez pontos, não vença o Sete de Setembro. Caso o Galo saia vitorioso, o Retrô terá que disputar o quadrangular final contra o rebaixamento.

Para o lateral-direito Neilson, autor de um gol e uma assistência no último revés para o Tricolor, cabe a equipe azulina fazer a sua parte. Dessa maneira, o jogador acredita que seus companheiros devem esquecer a sequência de resultados negativos para entrarem em campo focados em conseguir a vitória.

“A gente sabe que só os três pontos nos interessam, então vamos entrar com toda determinação e concentração. As derrotas que aconteceram até aqui temos que deixar para trás. Precisamos começar a escrever uma nova história a partir desse jogo de domingo, e tenho certeza que com muita lute e entrega em campo, poderá ser um capítulo vitorioso, com a gente celebrando a vaga nas quartas de final”, afirma o defensor.

Neilson acredita na recuperação

Neilson garante ainda que o elenco está preparado para a situação. Além disso, se mostra otimista quanto uma combinação positiva de resultados que coloque a Fênix na próxima fase da competição.

“Todos aqui acreditam na classificação e vamos lutar até o fim para isso. Claro que é ruim ter que depender de outros resultados. Porém, precisamos primeiro fazer a nossa parte. Depois, torcer para que o placar do outro jogo nos seja favorável. O futebol já mostrou muitas vezes que tudo pode acontecer, então nada mais normal a gente acreditar que podemos terminar a rodada comemorando essa tão sonhada classificação”, finaliza o lateral.

Foto destaque: Divulgação

Lauren Berger
Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

Deixe uma resposta