Náutico x Bahia Como aconteceu – Resultado, destaques e reação

Náutico x Bahia se enfrentaram nesta sexta-feira (15), pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro Série B. Assim, jogando no Estádio dos Aflitos, em Pernambuco, no Recife, o tricolor se saiu melhor e venceu a partida com gol solitário do lateral Douglas Borel. Expulsão, quebra de tabú e muita catimba, estiveram presentes no confronto. Agora, a equipe de Guto Ferreira, está na liderança isolada da competição.

Náutico x Bahia – Melhores momentos

 

1° tempo: Douglas Borel faz gol e é expulso logo depois

Primeiramente, um clássico nordestino logo no início da competição. Dessa forma, o timba tinha a obrigação de vencer, para tirar a pressão exercida sobre os jogadores e diretoria. Entretanto, logo aos 12′, Douglas Borel tratou de abrir os trabalhos e inaugurou o marcador em 1 x 0, para o Bahia. Na comemoração foi expulso por ter tirado a camisa, lembrando que ele já ter levado cartão amarelo. Mas, isso não impediu que o esquadrão de aço saísse vitorioso.

2° tempo: Náutico melhora e quase consegue empatar

Em resumo, na volta ao campo, o time alvirrubro melhorou consideravelmente. Todavia, nem com as mudanças feitas pelo professor surtia efeito, irritando o torcedor presente no Estádio. Para o ECB, existía um tabú à ser quebrado de mais de 40 anos sem ganhar do Náutico nos Aflitos. Conforme o bahêa não pressionava, o timbu seguía na pressão. Em bela falta cobrada por Jean Carlos, Danilo Fernandes fez uma excelente defesa. Aos 26′, Djavam foi expulso e ambos os times ficaram com um a menos. Bahia venceu no fim.

 

Náutico x Bahia – E agora?

Agora teremos mudança de chave. Os mandantes, vão jogar a final do Campeonato Pernambucano. Será contra o Retrô, na quinta-feira (21), às 19h30 (horário de Brasília), nos Aflitos. Em contrapartida, o tricolor de aço joga a Copa do Brasil, contra o Azuriz, na terça-feira (19), às 19h30 (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova.

 

Foto Destaque: Twitter Bahia

 

 

 

Caio Santos
Jornalista Esportivo, 23 anos, apaixonado por esportes. Na minha carreira, almejo ser comentarista de futebol e o meu maior sonho é cobrir uma Copa do Mundo.