“Não visto mais a camisa do Shandong”

Aloísio “boi bandido” está descontente com o novo presidente do Shandong Luneng. Após o dirigente assumir o posto, o atacante demonstrou descontentamento com o time ao vir negociando a renovação de seu contrato desde o ano passado e disse também que não foi reconhecido merecidamente pela diretoria.

“O que mais me deixou chateado foi eu ter jogado machucado praticamente o ano todo, me dedicado tanto pelo clube. Eu faria tudo de novo, mas com outras pessoas no comando. Ajudei o time e não fui reconhecido no momento que era para ser. Posso muito bem ficar aqui mais um ano e meio, que é meu tempo de contrato com o clube, mas com esse novo presidente eu não visto mais a camisa do Shandong, mesmo se der uma reviravolta, acontecer algo” – garantiu Aloísio em entrevista ao Globoesporte.com.

O atacante brasileiro foi artilheiro do último campeonato chinês com 22 gols, ajudando o time a chegar na Champions da Ásia, ficando em terceiro. Neste ano fez apenas um gol em dez partidas e o clube acumula nove derrotas e em 15 jogos e venceu apenas dois assim estando na lanterna da competição nacional. O técnico brasileiro, Mano Menezes, foi demitido dando lugar ao alemão Felix Magath.

Na China desde 2014, Aloísio pediu para ser negociado e expôs sua vontade de voltar ao Brasil. Preferivelmente ao São Paulo, clube atuava antes de ir ao Shandong, e não descarta transferência para outro clube.

“É um clube que mora no meu coração, então que eu possa voltar um dia. Mas como o futebol é uma caixa de surpresa, a gente nunca sabe o que pode acontecer no dia de amanhã. Sempre dou prioridade para o São Paulo, mas eu dependo do futebol, é minha vida”, disse o jogador.

Já que a saída de Calleri é quase certa após a Libertadores, o “boi bandido” surge como boa opção para o ataque tricolor onde atuou por 66 vezes, marcando 21 gols em 2013.

Leonardo José

Sobre Leonardo José

Leonardo José já escreveu 382 posts nesse site..

Sou o Leonardo José, jovem alagoano, estudante de jornalismo e esquerdista, sim. O esporte, a filosofia e a sociologia correm em minhas veias simultaneamente. Louco pelo futebol latino. Prefiro Libertadores à Champions League. No Brasil, clássicos como CSA x CRB, Sampaio Corrêa x Moto Club e ABC x América-RN são bem mais emocionantes que Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético-MG e Corinthians x Palmeiras. Para você, leitor, não se cansar lendo minha biografia, finalizo dizendo que "todos os detalhes e os bastidores da vida precisam ser olhados com atenção".Twitter: @leo_silva997

BetWarrior


Poliesportiva


Leonardo José
Leonardo José
Sou o Leonardo José, jovem alagoano, estudante de jornalismo e esquerdista, sim. O esporte, a filosofia e a sociologia correm em minhas veias simultaneamente. Louco pelo futebol latino. Prefiro Libertadores à Champions League. No Brasil, clássicos como CSA x CRB, Sampaio Corrêa x Moto Club e ABC x América-RN são bem mais emocionantes que Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético-MG e Corinthians x Palmeiras. Para você, leitor, não se cansar lendo minha biografia, finalizo dizendo que "todos os detalhes e os bastidores da vida precisam ser olhados com atenção".Twitter: @leo_silva997

Artigos Relacionados

Topo