Cláusula (Foto: Reprodução/Thiago Ribeiro/Agif)

Decerto, vive má fase e busca um novo comandante para a casa-mata. Assim, um facilitador aos portugueses na contratação seria uma cláusula no novo contrato que liberaria JJ de graça para clubes europeus.

Entretanto, Venê Casagrande, setorista do Rubro-Negro no Jornal O Dia, afirmou (12:20 do vídeo), em entrevista ao Quarentena Futebol, da Rádio x40 (RS), que essa condição não foi aceita pelo Flamengo no momento da renovação. Portanto, caso o Benfica se interesse na ida do Mister antes do término do contrato, terá que pagar sua multa rescisória.

“Não existe. Isso eu não sei porque foi noticiado. Eu respeito, mas garanto. O que tem é multa rescisória, isso é normal em qualquer contrato. Tem um valor até dezembro e depois cai.  Mas essa cláusula não tem. O Flamengo não aceitou (…) Pelo que eu apurei, eu garanto 100% que não tem” 

SEM CLÁUSULA, SEM RETORNO?

Com isso, a volta de Jesus ao futebol português pode ficar mais difícil. Ainda que fatores como distância da família, amizade com o presidente europeu e a situação da pandemia do coronavírus no Brasil pesem a favor do retorno, há uma convicção muito grande da direção do Flamengo na continuidade do treinador até fevereiro, quando terminam as principais competições desta temporada.

Entretanto, mesmo que alguns veículos noticiem a confiança de permanência, o portal UOL informou que as negociações avançaram nesta sexta-feira (10). Segundo a matéria, o acerto deve acontecer depois das finais do Carioca. Com isso, definitivamente, a única certeza nesse caso é a dor de cabeça que estão tendo os torcedores do Flamengo, que temem a saída do Mister, após a conquista de Libertadores, Brasileirão e Carioca em 2019.

CONFIRA A ENTREVISTA COMPLETA DE VENÊ CASAGRANDE

QUARENTENA FUTEBOL

ANÁLISES PÓS FLA-FLU E AS REPERCUSSÕES.

Posted by Rádio X 40 on Thursday, July 9, 2020

Foto Destaque: Reprodução/Thiago Ribeiro/Agif

Paulo Sérgio Nunes
Carrego comigo a paixão pelo futebol passada pelo meu avô. Tenho 20 anos, curso Ciências da Comunicação na Universidade do Porto, em Portugal, e sou apaixonado pelo Jornalismo Esportivo desde criança. Amante de todos os tipos de futebol, seja ele em torneios amadores ou na Copa do Mundo. Acredito que a magia do esporte está na paixão de quem o joga. Admirador da causa do futebol feminino no Brasil e no mundo. Contato no Instagram: @paulosnns

Artigos Relacionados