Não foi dessa vez, continue tentando

Infelizmente o raio não caiu a segunda vez no mesmo lugar para o Brasil. Depois de eliminar a Austrália nos pênaltis nossa seleção feminina de futebol foi desbancada pela Suécia, que já havia eliminado uma das favoritas ao ouro, os Estados Unidos, também nos penais.

Foi o terceiro jogo sem marcar, tudo bem, também não sofreu gols  mas para uma seleção que jogou em casa e tinha a chance de conquistar o ouro em solo nativo, foi muito pouco eficiente.

O jogo

O primeiro tempo foi marcado pela insistência ao ataque, porém, gol que é bom, nada. A defesa sueca montada pela treinadora, bicampeã olímpica, Pia Sundhage, bloqueou tudo. Sem cometer nenhuma falta a Suécia chegou a incomodar em dois lances de contra-ataques, só isso, o propósito dela era jogar na retranca. Marta bem que tentou diversas vezes pelo lado direito.  

A entrega de ambas as seleções foi o destaque da segunda etapa. O Brasil sem muita organização abusou de lançamentos longos após Vadão colocar mais uma jogadora ofensiva: Andressinha. E a Suécia manteve sua defesa fechadinha.  

Cristiane entrou no lugar de Debinha no intervalo para a prorrogação, nada mudou. Bia, que estava tendo uma atuação apagada, foi substituída aos 10 minutos do primeiro tempo do prolongamento. Houve uma troca na Suécia no tempo normal e duas depois dos 90 minutos.   O medo de perder atrapalhou a vontade de ganhar das duas equipes em toda a prorrogação, logo… fim de jogo e pênaltis.  

Para o Brasil Marta, Andressa Alves e Rafaelle converteram em gol já, Cristiane perdeu o segundo e Andressinha desperdiçou o último. A goleira Bárbara só defendeu a segunda batida sueca feita por Seger e viu a arqueira europeia Lindhal defender dois pênaltis levando a Suécia à final.  

Enfrentando a perdedora do confronto entre Alemanha e Canadá as brasileiras tentarão conseguir a medalha de bronze, o que não apagará a decepção das jogadores e do povo brasileiro. Ao menos essas meninas lutaram com amor à camisa e deixaram o país orgulhoso com a raça e entrega deixada em campo.

Leonardo José

Sobre Leonardo José

Leonardo José já escreveu 382 posts nesse site..

Sou o Leonardo José, jovem alagoano, estudante de jornalismo e esquerdista, sim. O esporte, a filosofia e a sociologia correm em minhas veias simultaneamente. Louco pelo futebol latino. Prefiro Libertadores à Champions League. No Brasil, clássicos como CSA x CRB, Sampaio Corrêa x Moto Club e ABC x América-RN são bem mais emocionantes que Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético-MG e Corinthians x Palmeiras. Para você, leitor, não se cansar lendo minha biografia, finalizo dizendo que "todos os detalhes e os bastidores da vida precisam ser olhados com atenção".Twitter: @leo_silva997

BetWarrior


Poliesportiva


Leonardo José
Leonardo José
Sou o Leonardo José, jovem alagoano, estudante de jornalismo e esquerdista, sim. O esporte, a filosofia e a sociologia correm em minhas veias simultaneamente. Louco pelo futebol latino. Prefiro Libertadores à Champions League. No Brasil, clássicos como CSA x CRB, Sampaio Corrêa x Moto Club e ABC x América-RN são bem mais emocionantes que Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético-MG e Corinthians x Palmeiras. Para você, leitor, não se cansar lendo minha biografia, finalizo dizendo que "todos os detalhes e os bastidores da vida precisam ser olhados com atenção".Twitter: @leo_silva997

Artigos Relacionados

Topo