Nacional Peñarol

O Superclássico do Uruguai, protagonizado por Nacional e Peñarol, válido pela 12ª rodada do Clausura Uruguaio, não acabou da forma que os torcedores queriam. A disputa, realizada neste domingo (17), no Estádio Centenário, acabou em empate por 0 x 0. O resultado foi satisfatório para a equipe tricolor, que conquistou a liderança isolada do campeonato e da tabela anual. Pelo outro lado, os Carboneros permaneceram na vice colocação em ambas tabelas, com um e dois pontos de diferença, respectivamente.

1º TEMPO

O clássico começou morno, com o time aurinegro tentando se armar ofensivamente, entretanto parando na barreira defensiva rival. Os minutos foram passando e os momentos de perigo eram raros, criados apenas com bolas paradas, que não ameaçavam, de fato, nenhum dos gols. A primeira chance real foi criada pelos visitantes, aos 22’, quando Matías De Los Santos chutou de fora da área. Sem direção, a bola saiu para a linha de fundo.

Em seguida, a disputa entre Gastón Cotugno e Cannobio gerou polêmica. O defensor dos Bolsos levantou o pé alto e acabou solando o rival. A reinvindicação por pênalti não foi acatada e o juiz mandou seguir a partida. Os mandantes só chegaram uma vez, com cabeçada sem direção de Gonzalo Bergessio. Na sequência, a falta de Matías Zunino sobre Walter Gargano rendeu uma ruptura de ligamento para o volante, que foi substituído na mesma hora. Em contrapartida, o meia tricolor recebeu somente um amarelo. Sem encantar a torcida, os clubes foram ao intervalo com o zero no marcador.

2º TEMPO

O cenário do complemento seguiu o mesmo, com muitos erros de passes e sem objetividade por parte dos ataques. O momento mais marcante ocorreu aos 31’, quando o defensor dos Mirasoles, Jesús Trindade, derrubou Pablo García dentro da área, mas o juiz mandou a partida seguir. O que gerou a revolta dos torcedores e jogadores. Logo após, Xisco Jiménez testou fraco para a defesa de Luis Mejía.

Em suma, o jogo era muito valioso para ambas equipes, e, por esse motivo, nenhuma delas queria perder. Dessa maneira, o jogo ficou bem pegado, no entanto, truncado no meio de campo, com ninguém querendo se expor. Ao fim, Nacional e Peñarol empataram por 0 x 0.

E AGORA?

Na próxima rodada do Campeonato Uruguaio, o Nacional enfrenta o Defensor Sporting no Estádio Luis Franzini. O jogo acontecerá na quinta-feira (21), às 20h30 (horário de Brasília). Já o Peñarol volta a campo na sexta-feira (22), para bater de frente com o Fénix. O duelo será realizado no Estádio Campeon Del Siglo, às 20h30 (horário de Brasília).

Com o final da competição se aproximando, os times disputam ponto a ponto a fim de chegar ao topo da tabela. Los Albos precisam conquistar o Clausura se quiserem chegar à final uruguaia. Enquanto isso, Los Manyas tem o mesmo objetivo, porém com a finalidade de serem tricampeões sem as finais.

Vinícius Oliveira
Sou Vinicius de Oliveira, tenho 19 anos e sou estudante de jornalismo. Sou praticante de esportes desde pequeno, e principalmente, apaixonado por futebol. A escolha do meu curso veio pelo meu amor pelo rádio, um costume que meu pai transmitiu para mim. Passamos inúmeras horas escutando jogos e programas esportivos. Sonho em ser jornalista, porque creio o futebol, e outros esportes, são coisas mágicas e únicas nas vidas das pessoas. Cada lance, ponto, partida traz sensações únicas, é poder transmitir isso é algo sensacional.

Artigos Relacionados