A sexta-feira promete bastante emoção para os times do meio da tabela da Série B. Como todos querem somente a vitória para alcançar uma posição agradável na tabela, os técnicos promoveram mudanças em seus elencos, promovendo estreias e retornos à titularidade. O primeiro jogo do dia é às 18h.

Série B

Sexta-feira – 29/06

18h – CSA x Coritiba 

No estádio Rei Pelé, em Maceió, o CSA recebe o Coritiba, buscando voar mais alto nessa Série B. Os donos da casa não sabem o que é vencer a quatro jogos, sendo os três últimos, empates em sequência. Já o Coxa está praticamente seguindo o mesmo caminho, com apenas uma vitória nos últimos cinco jogos disputados na competição.

Com o retrospecto negativo dos últimos jogos, marcando apenas um gol, o azulino vem a campo jogar a vida. O técnico Marcelo Cabo trabalhou fortemente as finalizações. Em quinto lugar, se vencer, pode dormir no G4 mais uma vez. A possível escalação do clube alagoano conta com:

Prováveis: Mota; Celsinho, Leandro Souza, Xandão e Rafinha; Edinho, Ferrugem, Didira e Walter; Niltinho e Michel; Técnico: Marcelo Cabo.

Marcelo Cabo no último treino antes da partida com o Coritiba. (Reprodução/Eduardo Vieira / Ascom CSA)

Para buscar a primeira vitória fora de casa, os paranaenses comandados por Eduardo Baptista, poderam contar com o retorno do volante Vitor Carvalho. Já Leandro Silva e William Matheus, da mesma posição, seguem em fase de recuperação e já treinam com bola, porém seguem como dúvidas para a partida de logo mais.

Prováveis: Wilson; Leandro Silva (Vinicius Kiss), Thalisson Kelven, Alex Alves e William Matheus (Abner ou Chiquinho); Simião, Vitor Carvalho e Uillian Correia; Alisson Farias, Guilherme Parede e Pablo Thomaz; Técnico: Eduardo Baptista.

William Matheus (á direita) em treinamento. (Divulgação/Londrina)

19h15 – Atlético-Go x Brasil de Pelotas

O Dragão entra em campo no segundo jogo da noite contra o time de Pelotas com apenas uma única alteração no elenco titular, por conta de suspensão: sai o meia João Paulo e entra o atacante André Luís. Na parte defensiva, Claudio Tencati poderá contar com a volta de René que estava fora por conta de dois amarelos, entretanto, o mais provável é de que fique no banco.

Prováveis: Jefferson; Alisson, Lucas Rocha, Oliveira e Mascarenhas; Pedro Bambu, Fernandes e Tomas Bastos; Júlio César, Júnior Brandão e André Luís; Técnico: Claudio Tencati.

No último treino do Dragão, os jogadores puderam se distrair fazendo o famoso “rachão” (Reprodução/Twitter/Atlético Goianiense).

Sob o comando de Gilmar Dal Pozzo, o Xavante vem a campo com força total após vencer, na última rodada, o Criciúma e sair de uma incômoda sequência de resultados negativos. O time é o 17º colocado da Série B, com 13 pontos, e vencendo, pode dormir fora da tão temida zona de descenso para a terceira divisão.

Prováveis: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Rafael Dumas e Tiago Cametá; Sousa, Leandro Leite, Mossoró e Valdenir; Kaio e Luiz Eduardo. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Gilmar Dal Pozzo em sua apresentação oficial ao clube (Reprodução/Jonathan Silva/Brasil de Pelotas).

21h30 – Guarani x Boa Esporte

Tem novidade no Guarani! O time de Campinas, apresentou essa semana, seu novo uniforme de fabricação Topper. Dentro de campo, o time tem problemas para o confronto contra o Boa Esporte. Sem a presença de dois importantes jogadores do elenco que foram negociados para o futebol europeu (o goleiro Bruno Brígido e o volante Baraka), o Bugre protagoniza o último jogo da série B, na sexta. Georgemy é o estreante da noite, e apesar de estar a mais de um mês parado, veio se preparando na última semana e vai integrar a equipe titular. Outra novidade na parte ofensiva do time, é alguém bastante conhecido pela torcida: Bruno Nazário, que irá ocupar a vaga deixada pelo volante Baraka.

Prováveis: Georgemy; Kevin, Philipe Maia, Edson Silva e Pará; Ricardinho e Denner; Bruno Nazário, Rafael Longuine e Caique; Bruno Mendes; Técnico: Umberto Louzer.

Tentando sobreviver na competição, o último colocado do campeonato vem a Campinas para tentar uma vitória e trabalhar com mais tranquilidade para a próxima rodada. A novidade no time é a volta do atacante Daniel Cruz, que apesar de ser o homem de confiança do técnico Ney da Matta, ainda não balançou as redes no brasileirão e deve ser opção. O Boa vem a campo também com um fator histórico: desde 2011, quando o clube se tornou “Boa Esporte”, nunca venceu o time de Campinas. São cinco jogos, dois empates e três derrotas.
Ney deve escalar o elenco com: Fabrício; Hélder, Igor, Rodrigo Sam, Charles; Djavan, França, Thallyson, Lucas Taylor; Felipe Alves e Douglas Baggio.

O Atacante Daniel Cruz, pode ser opção para o ataque do Boa no jogo de hoje (Reprodução/Régis Melo/Boa Esporte).
Luciano da Silva
Luciano Santos da Silva, 20 anos, apaixonado por rádio, esportes (em especial o futebol) sou estudante de jornalismo.
Você está aqui

Artigos Relacionados