Na estreia de Walter, Paysandu goleia o Interporto pela Copa Verde

- Walter entrou no meio do segundo tempo, deu alguns passes, mas foi o suficiente para a torcida ficar feliz com o jogador.
Na estreia de Walter, Paysandu goleia o Interporto pela Copa Verde

O Paysandu não teve nenhum trabalho para passar pelo Interporto, noite desta terça-feira (20) no estádio da Curuzu em Belém. Cassiano foi o nome do jogo anotando duas vezes para o Bicolor, que contou ainda com a estreia do atacante Walter com a camisa alviceleste.

O Primeiro tempo com o Paysandu em cima

O Paysandu dominou o jogo desde o início, e no primeiro tempo o apoio da Fiel foi imprescindível na busca do resultado. O primeiro gol não demorou muito a sair com Mike, mas estava em posição irregular, mas três minutos depois, o mesmo Mike balançou as redes novamente para abrir o placar. O Interporto pouco ameaçava Renan Rocha, goleiro titular do Paysandu na Copa Verde, e viu o time bicolor mais uma vez comemorar com o gol de Pedro Carmona, de cabeça. E o primeiro tempo terminou em 2 a 0 para o time paraense.

Mike, autor de um dos gols do Paysandu no primeiro tempo (Foto: ASCOM/Paysandu

O Paysandu da mesma forma no segundo tempo

O segundo tempo começou com o Interporto buscando mais o jogo, com jogadas de velocidade, mas o Paysandu, mesmo assim, dominava a partir. Tal domínio resultou em dois gols de Cassiano, que foi oportunista aproveitando as falhas do setor defensivo do Interporto. Com a goleada consumada, a torcida pediu Walter e o técnico Dado Cavalcanti atendeu, colocando o atacante aos 25 minutos e até tentou alguns passes para delírio da torcida. O Interporto ainda ameaçou Renan Rocha em alguns chutes, mas não foi o suficiente para movimentar o placar que terminou em 4 a 0, para o Paysandu.

Cassiano também ajudou e muito o clube com dois gols no segundo tempo (Foto: ASCOM/Paysandu)

A palavra do goleirão

Ao final do jogo, o goleiro Renan Rocha falou com a imprensa, e mencionou a confiança que esse resultado pode trazer para o time nos jogos seguintes da temporada:

“Precisávamos de uma vitória e uma classificação significativa, não esperávamos uma goleada, pois foi um jogo difícil apesar do resultado, soubemos aproveitar as oportunidades e conseguimos um placar elástico. Queríamos dar uma resposta a torcida e provar que somos capazes de voos muito altos nessa temporada”

O goleiro Renan Rocha foi pouco exigido na partida contra o Interporto (Divulgação/Paysandu)

Ele ainda comentou sobre os dois jogos que fez na temporada, e ainda sem tomar gols defendendo as cores do Papão:

“São duas partidas que comecei jogando e a equipe saiu classificada. Fico feliz em poder ter ajudado, e sem tomar gols ainda, com certeza espero poder ajudar assim na temporada toda”

Renan Rocha comemora as duas partidas sólidas sem tomar gols na meta do Paysandu. (ASCOM/Paysandu)

Próximos jogos

Falando em temporada, o Paysandu volta a campo já no próximo domingo para enfrentar a equipe do Castanhal, no mesmo estádio desta terça. Já o Interporto só volta a campo dia 31 de março, contra o Tocantinópolis, pela estreia do estadual do Tocantins.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 957 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

BetWarrior


Poliesportiva


Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

    Artigos Relacionados

    Topo