Mount

O meia Mason Mount foi um dos grandes nomes da vitória do Chelsea sobre o Porto. A partida dos ingleses não foi fácil, no entanto conquistaram um placar gigante. Os Blues venceram os português por 2 x 0, fora de casa. Com isso, a equipe pode perder até por um gol de diferença.

A joia de 22 anos marcou o primeiro gol da partida e conseguiu atingir um grande feito. Mount se tornou o jogador mais jovem a marcar um tento pelo Chelsea no mata-mata da Champions League, superando Eden Hazard, atualmente no Real Madrid. Portanto, o tento foi muito muito importante para ele e para os Blues. Além disso, o camisa 19 recebeu elogios de Thomas Tuchel.

– A finalização dele foi cirúrgica. Tem muita qualidade e fazer isso em um jogo de quartas de final de Champions é um grande passo para ele. Está no caminho chave para o sucesso. Mount é um jogador-chave para nós e fico feliz por ele assumir essa responsabilidade com tão pouca idade – afirmou o técnico, em declarações publicadas pela agência de notícias “Reuters”.

Todavia, a vitória dos ingleses não foram apenas elogios. Tuchel foi questionado sobre o rendimento de Timo Wener e Kai Havertz, mas evitou fazer criticas aos atletas. Os jovens são cobrados pela imprensa e pela torcida, porque o investimento sobre eles foi muito alto.
– Kai e Timo não jogavam em alto nível, por isso resolvi usar o banco de reservas para causar um impacto (no time) – afirmou Tuchel, que colocou Giroud e Pulisic no lugar dos dois antes da metade do segundo tempo.
Mount
Reprodução/ Chelsea
Foto Destaque: Divulgação/ Mason Mount
Avatar
Leonardo Pinheiro
Escolhi jornalismo porque para mim é prazeroso informar as pessoas, e além disso, a paixão pelo futebol me encorajou a seguir essa carreira. Meu principalmente objetivo na profissão é trabalhar com esportes, principalmente o futebol.

Deixe uma resposta