Norman Hunter em 66 (Foto: Leeds United)

O Leeds United anunciou a morte da lenda do clube Norman Hunter aos 76 anos. Assim, o atleta que fez 28 aparições pela Seleção Inglesa e fez parte da equipe vencedora da Copa do Mundo de 1966, foi internado no hospital na sexta-feira passada com suspeita de coronavírus. Como resultado, a Covid-19 foi a causa de seu falecimento na última quinta-feira (16).

“O Leeds United está arrasado ao saber da morte do ícone do clube Norman Hunter aos 76 anos. Ele deixa um enorme buraco na família Leeds United, seu legado nunca será esquecido e nossos pensamentos estão com a família e os amigos de Norman neste momento muito difícil” – disse o comunicado do clube. 

Hunter, que ganhou o apelido de “Bites Yer Legs” por causa de sua luta notoriamente difícil, fazia parte da famosa equipe do Leeds United que conquistou dois títulos da Primeira Divisão, uma FA Cup, uma Copa da Liga e duas Copas.

Então jogador, atuou em 540 partidas pelo Leeds durante uma carreira e também jogou pelo Bristol City e Barnsley, administrando o Tykes depois que ele se aposentou, além de Rotherham. O ex-companheiro de Hunter em Gordon, Gordon McQueen, foi um dos primeiros a prestar homenagem a “um grande homem e um grande jogador”. Como resultado, o escocês, jogou ao lado de Hunter no Leeds de 1972 a 1976.

 “Ele era um ótimo jogador para jogar ao lado. Lembro-me do meu primeiro jogo, o time era: quatro (Billy) Bremner, cinco McQueen, seis Hunter” – disse McQueen.

Alexsander Vieira
https://bit.ly/3nAiB4l

Artigos Relacionados