Morínigo

Gustavo Morínigo testou positivo para a COVID-19. Todavia, os auxiliares Roberto Acuña e Martin Paolorosso, bem como o preparador físico Gustavo Llano, todos membros da comissão técnica, também estão com a doença. Portanto, quem treina o time contra o Fluminense é Júlio Sérgio.

De acordo com a CBF, os infectados pelo vírus devem cumprir dez dias de isolamento antes do retorno às atividades presenciais. Com isso, além de não estar presente no duelo diante do clube carioca, Morínigo e sua equipe técnica também desfalcarão o Coxa no duelo do fim de semana, contra o São Paulo, no Morumbi. Eles voltam apenas no dia 31, contra o Grêmio no estádio Couto Pereira.

Para substituir o comandante, Júlio Sérgio estará mais uma vez a frente do time principal. Ele comandou o Coritiba nos duelos contra Goiás e Athletico. Portanto, o ex-goleiro profissional com passagens por equipes como Santos e Roma(ITA), o profissional terá a missão de comandar o time mais uma vez, com a responsabilidade de dar sequência a arrancada que o clube busca na série A.

A vitória sobre o Vasco encheu os torcedores e jogadores do Coxa de esperança. Necessitando tirar uma diferença de sete pontos para sair da zona da degola a missão é, todavia, ainda difícil, mas possível. Para confirmar o bom momento, o time precisa vencer o Fluminense para se aproximar de vez do objetivo. O duelo diante do Tricolor ocorre nesta quarta-feira(20) às 20:30 da noite no Couto Pereira, pela 31ª rodada do Brasileirão.

Foto destaque: Reprodução/Coritiba

Lucca Smarrito
Desde pequeno sou apaixonado por esportes, principalmente futebol. Decidi fazer Jornalismo justamente porque amo escrever e trabalhar nesta área, principalmente a qual eu sonho, seria fantástico. Já participei da cobertura de um jogo da Suburbana de Curitiba em 2019 como comentarista, através de um projeto ofertado pela Universidade, além de ter escrito artigos de opinião e participado dos programas esportivos de rádio do curso. Também tenho uma página no Instagram não oficial sobre meu time. Acredito fielmente na importância do mesmo como um instrumento de inclusão social e fortalecimento de laços dentro da nossa sociedade, bem como a formação do caráter de um ser humano e sua capacidade de apaixonar e socializar. Sou estudante do segundo ano de Jornalismo da PUC-PR e tenho o objetivo e é claro, o sonho, de cobrir grandes eventos do mundo esportivo, tais como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos. Sou uma pessoa extremamente dedicada e estou sempre interessado em aprender coisas novas, para adquirir o máximo de conhecimento possível nesta profissão tão incrível como o Jornalismo.

Artigos Relacionados