Monterrey

Na tarde deste sábado (14), o Liverpool descobriu quem será seu primeiro aniversário no Catar pelo Mundial de Clubes 2019. O Monterrey do México venceu os anfitriões Al Sadd por 3 x 2 no estádio Jassim Bin Hamad. Apesar de serem os favoritos os Rayados sofreram para vencer a partida. Os donos da casa chegaram ao confronto, depois de vencer o Hienghéne, time campeão da Liga dos Campeões da Oceania. Já os mexicanos entraram no torneio nesta etapa de quartas de final.

O jogo foi aberto e com ambos os times buscando o ataque. Com isso os Rayados, que tem um time com mais habilidade, conseguiram com mais efetividade e precisão chegar ao gol. O Monterrey chegou a abrir mais de dois gols de vantagem em duas oportunidades, entretanto, não conseguiu matar o jogo e viu o time catari inflamar e sonhar com o empate do jogo, que os daria chance de prorrogação.

1º TEMPO

O jogo começou intenso e logo no primeiro minuto a bola encontrou a trave dos donos da casa, logo após, grande chute de Jesus Gallardo. O Al Sadd conseguiu estruturar jogadas e com isso chegar com perigo também ao ataque. Todavia, aos 23 minutos o lateral argentino Leonel Vangioni, em um chute de rara felicidade de fora da área, abriu o marcador. O jogo continuou franco e os times foram buscando as jogadas, principalmente pelas alas, esperando erros do adversário.

Surpreendentemente, quando já não se esperava mais nada, nos acréscimos o erro aconteceu. Gabi que estava com a bola dominada foi tentar uma devolução para seu sistema defensivo e acabou dando uma linda “assistência” para Rogelio Funes Mori. Com calma, o artilheiro argentino que voltava de lesão, escolheu o lado, tirou do goleiro e colocou para dentro e fechou o primeiro tempo em 2 x 0.

2º TEMPO

Precisando reverter o placar o Al Sadd ficou com a posse de bola, mas apesar de criar lances de perigo, os chutes não iam ao gol. O Monterrey também criou chances para matar o jogo e não conseguiu. Pelo time mexicano, aos 51 minutos, Dorlan Pabón teve a bola cara a cara na pequena area mas não conseguiu concluir bem. Já Akram Afif para o Al Sadd, por exemplo, aos 64′, conseguiu em triangulação ficar frente ao gol, apesar disso, chutou de primeira e isolou a bola.

Contudo, os donos da casa ja mereciam que a bola entrasse. E aos 66 minutos, um cruzamento de Hasan Al Heidos encontrou o argelino e camisa 11, Baghdad Bounedjah, que cabeceou para o chão, fazendo a bola correr para o extremo esquerdo da rede. Entretanto, 11 minutos depois, o placar voltou a estar em dois gols de diferença. Em grande jogada de Jesus Gallardo que serviu Carlos Rodriguez. De primeira, o meia acertou um forte chute no ângulo do goleiro Saad Al Sheeb.

Os anfitriões voltaram então a manter a posse e atacar. Já no apagar das luzes, a esperança surgiu, em mais um belo chute aos 89’, desta vez do lateral Abdelkarim Hassan. A diferença agora era de apenas um tento. O time catari pressionou mas a falta de precisão voltou a aparecer, o que resultou no fim de jogo com o placar de 3 x 2 para o Monterrey.

E AGORA?

Com a vitória, o Monterrey vai as semifinais enfrentar o campeão europeu, Liverpool, com a missão de ser o primeiro time a eliminar um campeão de Champions nesta fase do torneio. Já o Al Sadd, devido ao resultado negativo está fora das fases principais do mundial. O clube catari, no entanto, jogará contra o Espérance da Tunísia, que foi derrotado pelo Al Hilal também neste sábado, para ver com quem fica a 5º colocação do torneio. O confronto válido pelas semifinais, ocorrerá na quarta feira (18) as 14h30 (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Divulgação/Rayados.com

Yuri Murta
Estudante de jornalismo e geografia, apaixonado por futebol e por tudo que o cerca. Isso define quem é Yuri Lima Murta. O amor pelo esporte vem desde pequeno e o gosto por relacionar ele com outros temas vem desde o colégio, não atoa a minha monografia na faculdade de Geografia tem como tema a “Chapecoense e a cidade de Chapecó: Como o clube reflete a cidade”

Artigos Relacionados