A molecada que pode subir

Quando o campeonato acaba todo mundo faz a seleção dos melhores. Desta vez farei diferente, vou citar as revelações que, provavelmente, devem subir para os times principais de suas respectivas equipes. Confira abaixo os melhores por time:

Flamengo
Em busca de um zagueiro de ponta, Muricy pode ter em Léo Duarte, uma boa sombra para os que lá estão. Com Márcio Araújo, William Arão, Canteros e Cuéllar, como volantes, o treinador de fato não precisa de mais um volante, mas, Ronaldo fez uma excelente Copinha e merece ser integrado ao elenco principal, nem que seja para ganhar experiência. Para o meio-campo, Ederson, Alan Patrick, Mancuello, Everton e Jajá são as opções do time titular. Lucas Paquetá foi um dos melhores meias da competição Júnior e merece estar no elenco de 2016. Opção para o ataque é o que não falta ao Mengão. Mas o melhor jogador da competição, Felipe Vizeu, com certeza estará no time. Matheus Sávio e Cafu também têm chances de subir. Mas para o técnico Muricy Ramalho, a subida tem que ser com cautela: “Observamos alguns jogadores. Já conversei muito com o pessoal da base. Falar em nomes é difícil. O jogador pode se empolgar ou até o pessoal que cuida da carreira atropelar. Alguns já vão treinar conosco. Estão acima da média”, explicou o treinador.

Corinthians
Com a saída em massa de seus jogadores, Tite tem na base a aposta para a virada em 2016. Um vice-campeonato na Copinha e nos pênaltis, não é de se jogar fora todo um trabalho. E os frutos a se colher são as joias do terrão que foram bem. O treinador pode encontrar os substitutos para os negociados com os talentos da base. Léo Santos, eleito melhor zagueiro pela esquerda, pode ser uma opção para a vaga de Gil, Maykon, volante, para o lugar de Ralf, Matheus Pereira, para o lugar de Jadson ou Renato Augusto e para o lugar de Vagner Love, um matador, seriam Gustavo Tocantins e Gabriel Vasconcelos. Ainda teria uma boa sombra para Fagner com Léo Príncipe e um jogador habilidoso, que vai pra cima e arrisca as jogadas pelos lados do campo com Léo Jabá.

Cruzeiro
Semifinalista, o time celeste teve o goleiro Lucão, o lateral-direito Kevin, o zagueiro Fabrício e o meia-atacante Alex como destaques. Estes dois últimos já treinam entre os profissionais.

América-MG
Uma excelente campanha fez o Coelho. O maior fruto dela foi o meia-atacante Matheusinho. Grande nome da equipe no torneio, o meia deve ser utilizado por Givanildo Oliveira no elenco principal de 2016.

Internacional
O Inter vinha bem até trombar com o timão. Eliminado, fez uma boa aquisição e trouxe Goteira para o Beira-Rio. O jovem foi destaque da maior surpresa da competição o time do Primavera-SP. O novo jogador do Colorado mudou até de nome. Goteira virou Léo Ávila. Oliveira, lateral-esquerdo, Ortiz, volante, Ariel, meia, Yan Petter e Mila, atacantes, também podem pintar no elenco de 2016.

Palmeiras
No time alviverde o zagueiro Augusto deve subir, assim como o destaque palmeirense o atacante Kauê. Marcelo Oliveira elogiou a dupla: “São os dois mais bem preparados no momento”.

Grêmio
A única coisa que o Grêmio pode tirar de proveito da Copinha é o atacante Nicolas Careca.

Botafogo
Ricardo Gomes já promoveu dois atletas ao elenco principal. Matheus Fernandes (volante) e Ribamar (atacante) foram ao Espírito Santo para participar da pré-temporada botafoguense e estão nos planos da comissão técnica para 2016.

Vasco
O clube ainda não se decidiu, mas estuda a promoção de dois atletas ao elenco profissional. Bruno Cosendey (meia-atacante) e Hugo Borges (centroavante) contam com o apreço da comissão técnica, mas ainda têm situação indefinida.

São Paulo
O grande destaque do Tricolor na Copinha foi o lateral-esquerdo Inácio. Rápido, habilidoso, defende e ataca bem, além de bom cruzamento. Pelo menos nas categorias de base foi unânime a sua escolha nas seleções da Copinha, mas no elenco profissional, este ano, dificilmente atuará este ano. O time do Morumbi tem quatro opções para a posição. São eles: Carlinhos, Reinaldo, Matheus Reis e o recém-chegado Eugênio Mena. Precisando de um primeiro volante, pois Hudson não agradou, Rodrigo Caio vive na indefinição sobre ser zagueiro ou volante e João Schmidt ainda jovem, Matheus Banguelê, foi integrado ao elenco principal para brigar pela vaga. Lucas Fernandes, camisa 10 na Copinha, já subiu para ser reserva de Ganso, que não tem um reserva imediato desde a saída de Boschilia para o Mônaco. O meia-atacante David Neres, pode subir para atuar pelas beiras do gramado, brigando por posição com Rogério e Centurión. Joanderson, atacante, é outro que já foi integrado ao profissional.

SPORT E BAHIA

Adryelson, zagueiro do Sport, foi bem na Copinha, mas não deve subir este ano, pois o time de Recife tem seis zagueiros no elenco.
No lado do Bahia a situação é outra. O time baiano tem o artilheiro da competição Geovane Itinga, com 8 gols. No time titular tem outro matador, o centroavante Hernane Brocador, mas nada impede a subida do jovem artilheiro para ser reserva e fazer sombra.

BetWarrior


Poliesportiva


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
https://docs.google.com/spreadsheets/d/1izZLGz7it19teR839S0enlfi2W1drJQlmkiw4YDks2w/edit#gid=0

Artigos Relacionados

Topo