MLS

A MLS anunciou na última quinta-feira (17) a decisão de adiar a estreia de Charlotte, Sacramento e St. Louis. Antes de mais nada, as três equipes fazem parte do processo de expansão da Liga, juntamente com a equipe de Austin, que não sofreu com essa decisão e irá fazer sua estreia em 2021. Primeiramente, um dos motivos da decisão foi o coronavírus, que afetou todas as ligas dos Estados Unidos. A Major League Soccer anunciou a perda de US$ 1 bilhão, devido à pandemia. 

Dessa forma, a liga decidiu adiar a estreia das três franquias, sendo Charlotte fazendo sua estreia em 2022 e posteriormente em 2023 Sacramento e St. Louis, ao invés de estrearem em 2022. Don Garber, comissário da MLS foi quem tomou a decisão final.

“É importante que cada clube reserve um tempo para lançar suas temporadas inaugurais da MLS, como seus fãs e comunidades merecem. Com um ano a mais para compensar o que foi um desafiante 2020, essas equipes estarão bem posicionadas para sua estreia e para o sucesso a longo prazo “, disse Garber.

Por fim, Tom Glick, presidente da Tapper Sports & Entertainment, proprietário de Charlotte apoiou a decisão da liga. Além também de comentar a importância desse adiamento, tanto para a liga quanto para a própria equipe.

Foto Destaque: Divulgação/MLS

Marcos Sibinel
Olá, me chamo Marcos Sibinel, tenho 23 anos e curso jornalismo na Anhembi Morumbi. Nunca tinha pensado em seguir uma carreira como jornalista, mas foi quando cursava Relações Internacionais que percebi que tinha uma vontade de trabalhar com esportes. Fui então pesquisando sobre o curso de jornalismo esportivo que surgiu um grande interesse, além de amar nosso futebol, tenho vontade também de fazer o outro futebol, o americano, crescer ainda mais aqui no Brasil. Foi então que decidi que queria jornalismo esportivo. Twitter: @masibinel / Instagram: @masibinel

Artigos Relacionados