"Mister" é indicado a melhor treinador do século em Portugal

Um dos maiores jornais esportivos de Portugal, o desde o começo da temporada 2020.

Do mesmo modo que os já citados, estão incluídos na lista: José Antonio Camacho, Giovanni Trappatoni, Rui Vitória, Bruno Lage, Vitor Ferreira, Lázsló Boloni, Augusto Inácio, Vitor Oliveira, Carlos Carvalhal, Paulo Bento, José Peseiro, Fernando Santos, Sérgio Conceição, Paulo Fonseca, Jaime Pacheco, Leonardo Jardim e Marco Silva, estes são os candidatos.

Assim como Jesualdo Ferreira, que fez carreira no , em 1993.

Além de construir uma carreira notória no Brasil, é importante ressaltar que ele esteve também no Al Hilal, da Arábia Saudita. Lá conquistou o título da Supertaça da Árabia Saudita em 2018. Mas, é curioso o fato do treinador não ter feito uma carreira de sucesso como jogador. Aliás, o Mister jogou como meia e foi da base do Sporting, porém, não teve grande evolução. Tanto que boa parte de suas atuações foram em equipes médias/pequenas do futebol como Vitória de Setúbal e Belenenses.

 

(Foto: Reprodução/Globo Esporte)

Avatar
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados