Mirandinha, craque do Palmeiras, celebra mais um ano de vida

Francisco Ernandi Lima da Silva, mais conhecido como Mirandinha, é um ex-futebolista que atuava como atacante e tinha como características principais a velocidade e o chute forte. Todavia, foi o primeiro brasileiro a ter atuado no futebol inglês, defendendo o Newcastle. Nesse sentido, em razão de toda sua trajetória honrosa no mundo futebolístico que a Coluna Parabéns ao Craque homenageia esse grande jogador.

Mirandinha nasceu no dia 2 de julho de 1959, em Fortaleza. Como todo menino, sua paixão por futebol começou cedo. Nesse sentido, iniciou a carreira de jogador no Ferroviário (CE), em 1977. Logo depois passou por diversas equipes, deixando a marca de sua atuação inigualável.

MIRANDINHA: O ATACANTE DRIBLADOR E INCISIVO

Como jogador, Mirandinha se notabilizou como um atacante driblador e incisivo. De antemão, ele teve passagens por Botafogo, Santos, Cruzeiro e Corinthians, mas ficou altamente conhecido no Palmeiras. No qual jogou mais de 140 jogos em duas passagens, marcando 61 gols. Todavia, o atleta também marcou época por ser o primeiro jogador brasileiro a disputar a primeira divisão do campeonato inglês (ainda antes da “Era Premier League”), quando jogou no Newcastle, entre 1987 e 1989.

Gazeta Press (Foto: Reprodução/Acervo)

No dia 18 de julho de 1985, a diretoria cruzeirense acertou a contratação do atleta, que estava na Portuguesa. Estando no auge, atuando com belas jogadas, Mirandinha era maior destaque do futebol paulista. Dessa forma, também era pretendido por Vasco e Santos. Contudo, chegou ao clube por empréstimo, no qual permaneceu até o final daquele ano. Nesse sentido, Cruzeiro pagou Cr$ 150 milhões.

O SHOW DE MIRANDINHA NO PALMEIRAS

Apesar de todo seu molejo e habilidade com a bola, foi no Palmeiras que Mirandinha teve maior destaque. Brilhando com a camisa do Alviverde, chegou a ganhar o apelido de “Fominha” por seu estilo individualista. No auge de sua atuação, o jogador chegou a ser convocado algumas vezes para defender a seleção brasileira.

Paraíba Urgente (Foto: Reprodução)

Mirandinha era um centroavante clássico e tinha a velocidade e o chute forte como suas características fundamentais. Nesse sentido, defendeu as cores do Palmeiras entre 1986 e 1990. Foi imprescindível na classificação alviverde conquistada sobre o Corinthians na prorrogação, no Paulistão de 1986, marcando dois gols no derby. A temporada de 1986, aliás, foi uma das mais artilheiras da carreira do craque: balançou as redes 46 vezes – apenas Evair fez mais gols em um único ano na história do Palmeiras, sendo 53 tentos em 1994.

PRIMEIRO BRASILEIRO A JOGAR NA INGLATERRA

Se hoje o futebol inglês está acostumado com os inúmeros brasileiros que por lá estão. Em setembro de 1987 isso seria uma grande novidade. Dessa forma, Mirandinha foi quem abriu as fronteiras do país, antes da criação da Premier League e num campeonato que também passava por um momento de revolução.

Todavia, para entender essa história, primeiro, é preciso voltar dois anos antes da contratação de Mirandinha pelo Newcastle. Em 1985, mais precisamente na final da Liga dos Campeões entre Liverpool e Juventus. Mas o que isso tem a ver com o brasileiro? Nada e tudo. É que naquela ocasião aconteceu a fatídica Tragédia de Heysel, causada em um dos momentos de ápice do Hooliganismo inglês.

A partir daquilo, tudo mudou para o futebol do país que acabou suspenso por cinco anos de competições europeias. Nesse sentido, a transferência do jogador do Palmeiras para o Newcastle aconteceu em um momento que ele defendia a seleção brasileira numa excursão pela Europa, com início justamente na Inglaterra. Na estreia com camisa principal da seleção, Mirandinha marcou de cara o gol que deu o empate para o Brasil contra os ingleses, em pleno Wembley.

“A minha ida para a Inglaterra foi uma surpresa para todos, inclusive para mim, que tinha perspectiva de Itália, Espanha, França, Portugal e vários outros países que tinham clubes que cogitavam minha contratação”, declarou Mirandinha, em entrevista ao oGol.

O SUCESSO

A façanha era tal que Mirandinha não seria somente o primeiro brasileiro a jogar na Inglaterra, como também um dos primeiros sul-americanos – naquela temporada. Além dele, apenas o argentino Osvaldo Ardiles, que defendia o Tottenham já há algum tempo, entraram em campo. O craque passou duas temporadas na Inglaterra, disputou 60 partidas pelo Newcastle e marcou 20 gols. O sucesso por lá não aconteceu somente em um período muito diferente para o futebol inglês fora de campo, mas também dentro dele.

O atacante se aposentou no início dos anos 90, após uma passagem pelo futebol japonês. Desde então, rodou como técnico e gerente de futebol, com trabalhos em diversos estados brasileiros, além da Arábia Saudita e Malásia. Ele também foi embaixador da Copa do Mundo de 2014 no Ceará. Em suma, o Futebol na Veia se orgulha em homenagear esse grande jogador por sua “fominha” de conquistar o mundo com os pés.

Foto Destaque: Reprodução / Wilson Melo / Folhapress

Thamirys Abreu Vieira
Sou carioca, graduada em Jornalismo pela Universidade Salgado de Oliveira (Universo). Pretendo me especializar na área esportiva e vivenciar a cada dia a magia do futebol. Exigente e de temperamento forte, mas sempre disposta a aprender. Apaixonada pela leitura e o mundo futebolístico.

Artigos Relacionados