Bonaventura

Depois de seis anos vestindo a camisa do Milan, Giacomo Bonaventura não deve ter seu contrato renovado com os RossonerosHouve rumores sobre um possível novo acordo, no  entre as duas partes. No entanto, as contas nas redes sociais do time italiano, na noite passada, pareciam se despedir.

DESPEDIDA

Um vídeo foi postado hoje pelo jogador com seus lances vestindo a camisa do Milan. Além disso, contava com uma carta de despedida. Nela, o jogador conta tudo o que viveu nos últimos anos e sobre a experiência de atuar na equipe rossonera.

“Eu vivi um sonho. Os anos que passei em Milão foram uma experiência inesquecível. Quero agradecer a todas as pessoas com quem compartilhei essa aventura fantástica: presidentes, gerentes, treinadores, colegas de equipe, médicos e fisioterapeutas. Agradeço também a todos que trabalham “nos bastidores” no Milanello. Eles são o verdadeiro motor de Milão. Graças a eles todos os dias nos sentimos em casa, na família. Obrigado a todos os torcedores do Milan, que sempre nos apoiaram, nos melhores e mais difíceis momentos! O rugido de San Siro é algo especial, que nunca esquecerei! Vocês sempre estarão em meu coração!”

HISTÓRIA

Bonaventura começou sua carreira no Atalanta e lá permaneceu até acertar com o Milan. Assim como, o mesmo teve passagens curtas por clubes menores da Itália, por empréstimo. Giacomo chegou aos rossoneros em 2014. Dessa forma, desde sua chegada, foi um dos melhores jogadores do time durante o período mais difícil na história do clube.

Assim, foram 35 gols e 30 assistências em 184 partidas. O talento, a disciplina e a flexibilidade do atleta se destacavam pelo grande jogador que foi nos anos de Milan. Bonaventura venceu a Supercoppa Italiana em 2016-17, um raro triunfo durante uma década amplamente difícil para o clube. A equipe de Stefano Pioli terminou em 6º lugar na tabela em 2019-20, depois de ficar invicta em seus 12 jogos na liga após o reinício da temporada em junho.

ÚLTIMA PARTIDA

No último sábado (1), o estreia do novo uniforme para a temporada 2020/2021. Acima de tudo, o jogo marcou a despedida do jogador, que saiu do banco e teve seus últimos minutos com a uniforme dos Rossoneros. Assim, após o fim da partida, Giácomo ficou em campo por mais um tempo. Depois que todos saíram, ele caiu no chão e começou a chorar.

https://www.instagram.com/p/CDXIAyCoVkL/?igshid=11g0hhk4o7e0

Foto destaque: Divulgação/Instagram

Alef Sousa
Sempre fui apaixonado por esportes, especialmente futebol. E vi através do jornalismo uma oportunidade de estar trabalhando com a minha Paixão. Estou no 3º Semestre da faculdade de Jornalismo. Meu grande Objetivo é torna-me repórter de campo e cobrir grandes competições. Sou um cara, extrovertido, animado, comunicativo e cheio de vontade de aprender.

Artigos Relacionados