Milan deixa a vitória escapar no clássico

- A Roma esteve três vezes atrás do placar e não desistiu de nenhuma delas
Milan

Nesta segunda-feira, o Milan encarou a Roma no San Siro. Os times adotaram esquemas táticos bem diferentes, mas ambos não deixaram de propor jogo em nenhum momento. Os mandantes mantiveram o 4-2-3-1 das últimas partidas da temporada. Por outro lado, o plantel de Paulo Fonseca adotou o 3-4-3, como esperado, com o intuito de dominar o meio-campo. O empate foi justo, porque o confronto foi muito equilibrado desde o começo. O duelo também teve algumas polêmicas, por conta da arbitragem, que errou para os dois lados.

1° TEMPO

Logo no 1° minuto, Zlatan Ibrahimovic recebeu um bom lançamento de Rafael Leão e dominou tirando do goleiro para abrir o placar. O Milan saiu na frente com poucos minutos de jogo, entretanto essa vantagem não duraria muito. Aos 13′, após cobrança de escanteio de Lorenzo Pellegrini, goleiro Tatarusanu saiu “catando borboleta“, Edin Dzeko aproveitou para empatar o placar de cabeça.

O jogo só não teve mais gols, porque os goleiros não deixaram. Os Rossoneros tiveram um volume de jogo maior, exigiram que Antonio Mirante trabalhasse bastante. Além de boas defesas, o arqueiro da Roma contou com a ajuda da trave também em cabeçada de Simon Kjaer. O empate prevaleceu até o intervalo.

2° TEMPO

Como na etapa inicial, o Milan saiu na frente logo no começo. Após grande jogada individual de Rafael Leão, Alexis Saelemaekers finalizou firme e colocou os mandantes a frente de novo. No entanto, a Roma mais uma vez não se abalou com o gol. Momentos depois do tento dos mandantes, Dzeko recebeu belo passe de Mkhitaryan, mas o bósnio não aproveitou. A Gialorossi ficou mais agressiva que no 1° tempo. O clube da capital era mais perigoso pelo lado esquerdo com o camisa 77.

No minuto 71, a polêmica com a arbitragem começou. O juiz marcou um pênalti de Alessio Romagnoli sobre Pedro, mas o contato não existiu. A decisão não foi mudada e Jordan Veretout converteu a cobrança. Os Rossoneros foram recompensados depois, porque Paolo Giacomelli marcou uma falta dentro da área em Hakan Çalhanoğlu, que foi bem duvidoso também. O artilheiro Ibrahimovic não tinha nada a ver com isso e fez o seu 2° gol no confronto.

A Roma seguia atrás do empate e aos 84′, Kumbulla  aproveitou a falha da defesa do Milan e empatou tudo. Os mandantes estiveram na frente três vez, entretanto não conseguiram segurar nenhuma vez o placar. Nos acréscimos, o goleiro Mirante fez uma grande defesa na cabeçada de Kessié. Portanto, mesmo com algumas polêmicas, o confronto foi muito bem disputado.

MILAN X ROMA – E AGORA?

Os Rossoneros são os lideras da competição, com 13 pontos, dois a mais que o vice-líder Napoli. A equipe de Stefano Pioli perdeu o 100% no Campeonato Italiano, mas seguem invictos na temporada. Na quinta-feira (29), o Milan recebe o Sparta Praga pela Liga Europa e no domingo (1) visita a Udinese. A Gialorossi está na 9ª colocação, entretanto está apenas dois pontos do G4 e cinco do 1° colocado. A Roma jogará dois jogos seguidos no Estádio Olímpico, no meio de semana encara o CSKA Sófia e no fim de semana a Fiorentina.

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque:Reprodução/Miguel Medina/AFP

BetWarrior


Poliesportiva


Leonardo Pinheiro
Leonardo Pinheiro
Escolhi jornalismo porque para mim é prazeroso informar as pessoas, e além disso, a paixão pelo futebol me encorajou a seguir essa carreira. Meu principalmente objetivo na profissão é trabalhar com esportes, principalmente o futebol.

    Artigos Relacionados

    Topo