Ronaldinho Gaúcho, um dos melhores nomes da história da La Liga Foto Destaque: Divulgação/Twitter FC Barcelona

O futebol brasileiro e o espanhol tem características que se complementam. Já que o estilo e a disciplina tática dos ibéricos se mistura muito bem com a técnica e a habilidade do nosso país. Por isso, muitos dos melhores jogadores vindos daqui fizeram história na La Liga se tornando ídolos desde os gigantes até os menores. Então, relembraremos na Navegando pela La Fúria dessa semana algumas estrelas tupiniquins que conseguiram se destacar na constelação do Campeonato Espanhol.

Evaristo de Macedo

Nascido no Rio de Janeiro, Evaristo pode ser considerado o atleta que trilhou o caminho para o restante dos brasileiros em solo espanhol. Apesar de não estar muito presente na lembrança do fã da La Liga no Brasil, o ex-atacante conseguiu o feito de atuar e se tornar um ídolo pelos dois gigantes do cenário do país ibérico. Ele conseguiu ser bicampeão do Espanhol e da Copa da UEFA enquanto defendia as cores do Barcelona, entre 1957 e 1962. O jogador também jogou no principal rival dos catalães, o Real Madrid. No Bernabéu, por outro lado, a passagem foi mais discreta., apenas 17 jogos e quatro gols.

Romário

O baixinho viveu possivelmente seu auge técnico nos gramados da Espanha. Foi só pouco mais de um ano que já foi suficiente para ele fazer um estrago nas defesas do campeonato. O atacante foi campeão e artilheiro da La Liga na temporada 1993/94, e os 30 gols marcados no certame tiveram um peso grande na conquista de melhor do mundo FIFA naquele mesmo ano. Além disso, Romário também teve uma passagem pelo Valencia, mas as lesões minaram o sucesso do atleta em terras valencianas.

Neymar

Mais um dos craques brazucas a brilharem no Camp Nou, Neymar Jr é um fenômeno recente. O atacante chegou à Catalunha em 2013 vindo do Santos, e desde que vestiu a camisa se mostrou um ótimo complemento ao argentino Lionel Messi. O camisa 10 da Seleção Brasileira foi um dos melhores jogadores jogadores do Barça nos últimos tempos e fez 186 partidas com a camisa Blaugrana e marcou 105 gols. As atuações marcantes dele foram peças-chave para a conquista de dois campeonatos nacionais, três Copas do Rei e uma Liga dos Campeões.

Roberto Carlos

Este é o primeiro dos dois laterais-esquerdo históricos do Real Madrid que estão nessa lista. O jogador foi, junto com Beckham Ronaldo e outros,  um dos integrantes da famosa equipe dos galáticos Merengues do início dos anos 2000. Ademais, ele atuou em mais de 500 partidas pelo clube e é frequentemente lembrado como um dos melhores da história na sua posição. Roberto Carlos chegou a conquistar quatro vezes a La Liga, além disso, levantou três vezes a taça da Liga dos Campeões.

Marcelo

O outro lateral do Real nessa lista ainda joga pelo clube, mas já entregou tanto à torcida que merece seu espaço. Vindo do Fluminense, ele já tem mais de dez anos de história na equipe da capital espanhola e parece estar ainda um pouco longe de finalizar esse capítulo. Marcelo já ultrapassou os 500 jogos com a camisa Merengue, assim como seu compatriota citado acima. Outra semelhança é que ambos tem o mesmo número de títulos nacionais, quatro. Todavia, o lateral atual tem uma Liga dos Campeões a mais que Roberto, quatro também.

Ronaldo

O fenômeno não poderia faltar aqui. Assim como Evaristo de Macedo, o histórico 9 da Seleção Brasileiro também fez história tanto no Barça quanto no Real. O atacante atuou na Catalunha entre os anos de 1996 e 1997 e foi neste período que ele se fixou entre os melhores e foi escolhido como o Melhor do Mundo da FIFA. Esta premiação veio devido a uma temporada excepcional, onde o jogador fez 17 gols em 20 jogos no ano de 96. Na temporada 96-97, a única no Camp Nou, R9 foi o artilheiro do futebol espanhol e venceu a Copa do Rei e a Recopa Europeia. Ronaldo chegou ao Real Madrid em 2002, após a grande atuação na copa do mundo vencida pelo Brasil, e logo começou a fazer gols.  No total, a carreira no Real foi até 2007, e os números gerais foram 177 jogos e 104 gols.

Rivaldo

Este meia é mais um dos que venceram o prêmio de melhor do planeta no time da Catalunha. As grandes atuações nos gramados da Espanha renderam ao 10 a premiação da FIFA no ano de 1999. Um dos R's da Seleção Brasileira no período do fim dos 90 e início dos 2000, o jogador marcou 146 vezes em 230 jogos com a camisa do Barcelona. Ademais, ele que sempre foi muito reservado e nunca teve muitos holofotes venceu duas vezes a La Liga e uma vez a Supercopa Europeia.

Daniel Alves

Daniel fez história como lateral-direito na Espanho, apesar de atualmente jogar na faixa do meio-campo pelo São Paulo. O jogador ficou de 2002 até 2008 no Sevilla, clube onde venceu por duas vezes a Liga Europa. Em seguida, no ano de 2008, o Barcelona viu o potencial do ala, que tem como característica a ofensividade e resolveu contratá-lo. Em terras catalães, e nas mãos de Pep Guardiola, Alves se tornou um dos melhores em sua posição no mundo. Foi muito por causa dessa passagem que ele conseguiu se tornar o atleta com mais títulos no futebol do mundo. Os números do brasileiro no total do futebol espanhol são 637 jogos e 37 gols. Sendo que no clube da Andaluzia foram 246 jogos e 16 gols, já no clube Blaugrana foram 391 partidas e 21 gols.

Ronaldinho Gaúcho

E para fechar não poderia faltar o Bruxo, o jogador que fez mágica com a camisa 10 do Barcelona. Ronaldinho chegou em 2003 à Espanha, mas foi na temporada 2004/05 que ele chegou ao seu auge, se tornando um dos melhores brazucas da década. Nessa temporada, ele venceu o Espanhol e a Supercopa da Espanha, além disso, venceu individualmente a premiação de melhor do mundo. R10 repetiu alguns desses feitos na temporada seguinte, e ainda conseguiu vencer a Liga dos Campeões daquela temporada com o Barça. Foi na edição desse ano da La Liga que aconteceu talvez o momento mais icônico de um brasileiro no futebol espanhol. Gaúcho foi aplaudido por madridistas no Santiago Bernabéu após seu segundo gol no maior arquirrival em uma vitória por 3 x 0. Uma obra prima, que até o maior fanático do maior adversário precisava reconhecer.

Em suma, Brasil e Espanha tem uma boa relação no âmbito futebolístico. Grandes brasileiros já fizeram os olhos espanhóis brilharem, e atualmente temos grandes nomes no país Ibérico. Quem sabe se alguém que faça essa lista novamente no futuro possa colocar atletas como Vinicius Jr ou Rodrygo ? Só o tempo dirá.

Foto Destaque: Divulgação/ Twitter FC Barcelona

Avatar
Lucas Stank
Nascido em Florianópolis, Estudo Jornalismo na Universidade Federal de Santa Catarina. Sempre gostei de futebol, inclusive dizem que minha palavra dita foi gol

Artigos Relacionados