Qual o melhor jogador africano de todos os tempos?

A coluna do Lado B do Futebol dessa semana traz um comparativo gigantesco para você. Afinal, quem foi o melhor jogador africano de todos os tempos: Roger Milla, Eto'o ou Drogba? como também um comparativo entrará na coluna Eis a Questão. O continente africano é muito importante para o futebol. Apesar nunca ter ganho uma Copa do Mundo, os países africanos produzem muitos jogadores importantes nos maiores clubes do mundo.

Além disso, marcaram época e alguns são ídolos de distintas gerações. A partir daí, o Futebol na Veia fez uma análise, raio-x, dos melhores jogadores africanos de todos os tempos, utilizando métodos de comparação como: títulos, importância nos clubes, representatividade nos seus países e nos clubes onde passaram.

Roger Milla, Samuel Eto'oDidier Drogba

Os três maiores jogadores africanos de todos os tempos ficam em épocas diferentes e são: , Samuel Eto'o e Didier Drogba. Contudo, outros atletas que marcaram história por clubes e seus países, porém esses três foram os mais representativos em suas gerações, por conta de gols, títulos e o que são para seus países de origem. Roger Milla, por exemplo, foi o primeiro jogador africano que teve notoriedade no mundo por gols, dancinhas nas comemorações e por ser o jogador mais velho que há fazer gols em uma Copa do Mundo.

Samuel Eto'o, camaronês igual Milla, também foi importante na história do futebol africano , por conta dos títulos, gols e premiações individuais. Didier Drogba, marfinense, levou a sua seleção para três Copas do Mundo, marcou época na reconstrução do Chelsea e, para muitos, é um dos maiores ídolos da equipe inglesa. Portanto, três jogadores que se credenciaram a ser os melhores jogadores africanos de todos os tempos. Nesta lista colocamos apenas jogadores que já se aposentaram, pois já sabemos o final das suas carreiras e conquistas, poderiam entrar jogadores como Salah e Mané, porém ainda estão em atividade e com muito tempo para serem analisados.

Pelé Africano

O Pelé Africano, como era conhecido Milla, ganhou duas Copas da França, em 1980, pelo Mônaco, e de 1981, pelo Bastia. E não só isso, como também ganhou duas Copas Africanas de Nações em 1984 e 1988. Disputou três edições de Copas do Mundo (1982, 1990 e 1994) sendo que na sua última participação se tornou o jogador mais velho a fazer um gol, aos 42 anos. Além de em 1990 ter levado Camarões às quartas de final da Copa, feito inédito para uma seleção africana.

Termin-Eto'r

teve uma carreira maior na Europa e de muito mais sucesso. Seu primeiro título foi pelo Mallorca, quando, em 2002/03 ganhou a Copa do Rei. Em seguida, transferiu-se para o Barcelona, onde se teve muito sucesso, ganhando todos os títulos possíveis. Foram eles: duas Champions League (2005/06 – 2008/09); duas Supercopa da Espanha (2005/06); três La Ligas (2004/05, 2005/06, 2008/09); e uma Copa do Rei( 2008/09).

No fim da temporada 2009 transferiu-se para Inter de Milão. Por lá ganhou: duas Copas da Itália (2009/10, 2010/11); um Campeonato Italiano (2009/10); uma Champions League (2009/10); uma Supercopa da Itália (2010) e um Mundial de Clubes (2010). Porém, também teve um feito inédito pela Seleção de Camarões ao ganhar as Olimpíadas (2000) e duas Copas Africanas de Nações em 2000 e 2002.

Rei de Londres

O Rei de Londres foi muito bem na Europa e foi um papa-títulos na Inglaterra e na Turquia. Ganhou muitos títulos pelo Chelsea e é considerado um dos maiores jogadores dos Blues e são eles: quatro Premier Leagues nos anos de 2004/05, 2005/06, 2009/10 e 2014/15; uma Champions League: 2011-12; quatro Copas da Inglaterra: 2006/07, 2008/09, 2009/10, 2011/12; três Copas da Liga Inglesa: 2004/05, 2006/07 e 2014/15, além de duas Supercopas da Inglaterra em 2005 e 2009.

Transferiu-se para o Galatasaray em julho de 2012 após passagem sem títulos pela China e na Turquia ganhou um Campeonato Turco na temporada 2012/13; uma Copa da Turquia em 2013/14 e uma Supercopa da Turquia em 2013.

Importância nos Clubes

Roger Milla atuou nas décadas de 80 e 90 e jogou sempre pelo futebol francês e camaronês. Atuou por equipes como Mônaco, St. Ettiene, Bastia e Montpellier e foi importante por esses clubes, porém, não foi o maior em sua época. Ganhou alguns títulos, mas sempre foi mais importante e ídolo por sua seleção do que pelos clubes em que passou.

Todavia, Eto'o foi representativo e importante pela maioria dos clubes onde ele passou. Apesar disso, seu começo foi por um clube pequeno da Espanha, Mallorca, foi campeão e também é o maior artilheiro da história do clube com 54 gols. Na Catalunha foi ídolo e ganhou todos os títulos possíveis, fez gols em duas finais de Champions, artilheiro da La Liga na temporada 2005/06. Fazendo uma excelente dupla com o Ronaldinho e ainda jogou com o Messi. Em Milão, pela Inter, tornou a ganhar títulos, fazendo gols importantes e sendo eleito melhor jogador do Mundial de Clubes de 2010.

foi um meteoro que surgiu no Le Mans onde foi importante. Passou pelo Guingamp sendo artilheiro do time na temporada 2002/03 com 20 gols. Já no Olympique de Marseille onde foi eleito melhor jogador da temporada 2003/04 e vice-campeão da Copa da Uefa. Decerto, que seu auge foi no Chelsea, quando se tornou um jogador mundialmente conhecido, por seus gols, títulos e por sua garra que mostrada pelos gramados. Ganhou tudo, incluindo a tão sonhada Champions, sendo o melhor jogador da final, fazendo um pênalti que posteriormente foi defendido pelo Peter Cech e ainda fez o gol de empate de cabeça nos últimos minutos, levado o confronto para os pênaltis e batendo o último pênalti que sacramentou o título.

Representatividade pela Seleção e no país

O mais velho dessa lista, Milla foi talvez o primeiro africano a ter relevância mundial no futebol. Irreverente e goleador, ganhou títulos por sua seleção e alcançou o posto de ser o jogador mais velho a fazer um gol em um Copa do Mundo, além de ter levado Camarões até as quartas de final de uma Copa do mundo. Além disso, ajudou a construir um hospital e levou patrocinadores ao país na década de 90.

Samuel Eto'o é outro gigante jogador de Camarões e o mais famoso deles. Por conta de seus títulos e tudo que representou pela seleção. Embaixador do Barcelona e tudo isso levou ao posto de principal atleta do seu continente durante anos. Até hoje participa das discussões políticas do seu país, ajuda seu povo e muitos falam que é a principal personalidade africana da década.

Por fim, o marfinense foi um expoente em seu país nos anos 2000, levando a sua seleção para a primeira Copa do Mundo em 2006.Fez gols importantes durante os anos em que serviu a seleção. Foi um dos maiores no Chelsea e representou uma mudança esportiva na Costa do Marfim, que passou a levar o futebol de uma maneira mais séria. Consequentemente, um jogador com sua fama levou muita esperança ao seu país. Tem muitos projetos sociais em sua terra e é o orgulho do povo marfinense.

Afinal, quem foi maior: Roger Milla, Samuel Eto'o ou Didier Drogba?

Portanto, com tudo o que foi dito pelo Futebol na Veia, chegamos a conclusão que o maior jogador africano de todos os tempos é Samuel Eto'o. O atleta foi o escolhido por ter tido maior sucesso na Europa e ter mais conquistas, tanto individuais quanto coletivas. Atrelado a tudo isso está o seu sucesso por sua seleção, além de representar seu país no mundo do futebol, ser multicampeão e ser maior joia de Camarões nos anos 2000. Por fim, o jogador até chegou a fazer parte da ONU como embaixador no continente africano.

Foto destaque: edição/Eric Filardi

Marcus Vinícius de Morais
Me chamo Marcus Vinícius de Morais, tenho 22 anos, paulista e apaixonado por essa cidade cinza. Sou formado em jornalismo pela Universidade Fiam Faam, amo futebol desde que me conheço por gente, pra mim o esporte mais emocionante que existe, acho que nascemos duas vezes na vida, quando saímos da barriga da mãe e quando descobrimos porque viemos ao mundo, eu descobri que é trabalhar com futebol. Torcedor, imparcial e fascinado por essa prática jornalistica que é passar a minha verdade e a verdade do futebol. Comentarista de web rádio, escritor, apresentador, muito bom humor e tenho o apelido de Poetinha, vem comigo e chama que vem.

Artigos Relacionados