Leicester

Perto do retorno da temporada, contratações e vendas vão acontecendo. Nesse sentido, o Leicester vê um de seus jogadores pretendendo deixar o time. De acordo com o jornal “The Sun”, Dennis Praet avisou aos Foxes de que não deve seguir no clube caso não tenha tempo de jogo. Dessa forma, um possível retorno à Itália por parte do jogador pode acontecer ainda nesta janela.

Vindo da Sampdoria em agosto de 2019 por 18 milhões de Libras (R$ 90.5 milhões na época), Praet disputou apenas 24 jogos na última temporada. Ainda mais por conta de lesões no joelho e na coxa, que o tiraram de diversas partidas, sendo 12 delas da Premier League.

Ao passo que acompanhou o Leicester anunciar Boubakary Soumaré para reforçar o meio, o meia vê seu futuro cada vez mais distante do atual campeão da Copa da Inglaterra. Além disso, o jornal ainda reforça que o técnico Brendan Rodgers está preparado para ouvir propostas por Praet.

Assim como mencionada a contratação do jovem meia francês, os Foxes trouxeram para o King Power Stadium o centroavante Patson Daka, vindo do Red Bull Salzburg. Igualmente, anunciou na última quinta-feira (15) o experiente lateral-esquerdo Ryan Bertrand, que estava livre no mercado.

Por outro lado, o Leicester conta com fortes sondagens por Tielemans, e espera que o autor do gol do título da Copa da Inglaterra permaneça no time. Por fim, o time ainda cogita trazer o ex-Liverpool Ozan Kabak, que retornou de empréstimo dos Reds para o Schalke 04.

PRAET NO LEICESTER

Em quase dois anos no Leicester, Dennis Praet participou de 60 jogos até aqui, com 42 deles na Premier League. Nesse sentido, o belga foi titular em grande parte de sua primeira temporada, jogando os 90 minutos em três das quatro partidas da Copa da Inglaterra e cinco das seis da Copa da Liga Inglesa. Durante suas duas temporadas nos Foxes, Praet anotou três gols e distribuiu cinco assistências. Dois anotados no campeonato nacional, e um na Europa League, em partida contra o Braga em que o Leicester venceu por 4 x 0.

Foto Destaque: Reprodução/Laurence Griffiths/Getty Images)

Márcio Moreno
Escolhi o jornalismo pela paixão pelo esporte, tanto para escrever quanto para falar e debater. Já produzi reportagem para TV sobre rotatividade de técnicos no futebol brasileiro, além de ter escrito sobre handebol no jornal impresso da faculdade. Além do futebol, sou fã de tênis, basquete e Pro-Wrestling.

Deixe uma resposta