Reprodução/Kylian Mbappé

A revista Esquire entrevistou o atacante Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain. Dessa maneira, o camisa 7 saiu em defesa de Neymar, um de seus melhores amigos no elenco. Ademais, o francês disse que o brasileiro é incompreendido pelos torcedores parisienses. Com isso, acabam interpretando errado o jeito alegre e relaxado do sul-americano. Então, o ponta disse:

“No Brasil, as pessoas são mais festivas. Na França, são um pouco mais sérias. Aqui na França, não é considerado algo bom demonstrar suas emoções”.

“As pessoas pensam que ele (Neymar) não liga para o PSG só porque sai para jogar pôquer. Mas acho que ele começou a entender como as coisas funcionam”.

“No início (da passagem de Neymar pelo PSG) foi difícil para ele, porque ele via essas reações (da torcida) como uma afronta pessoal a ele. Quando ele chegou, colocaram o rosto dele na Torre Eiffel. Seis meses depois, ele estava sendo questionado sobre por que tinha saído para jogar pôquer. Na França, as pessoas sabem o que você tem, mas fazem de conta que não enxergam. Eles só querem ver o jogador no campo, correndo e sorrindo”.

Ainda mais, Mbappé comentou uma história legal nos bastidores do PSG. Dessa maneira, ocorreu após a Copa de 2018, com a França campeã e Neymar em baixa. Kylian conversou com o brasileiro:

“Falei para ele que não ia andar em cima do canteiro de flores dele. ‘Eu talvez seja candidato à Bola de Ouro neste ano (2018), mas eu prometo que não estou aqui no PSG para tentar roubar seu lugar'”.

Foto Destaque: Reprodução/Mbappé

Gabriel Yudi Gati Isii
Gabriel Yudi Gati Isii
Sou aluno de Jornalismo da PUC-SP (3/8). Sou um grande fã de futebol e do Pelé. Meus sonhos são cobrir uma Copa do Mundo em loco e dar um espelho para que pessoas iguais a mim, asiáticos, tenham alguém para se inspirar.

Deixe uma resposta