A notícia da vez vinda da Turquia, agora envolve um alemão. A informação trazida pelo site , que também está à caminho das mãos do staff e do atleta experiente.

As ofertas se colocam bem diferentes para o atleta, segundo a publicação do site dedicados a transferências do futebol mundial, o Fenerbahçe ofereceu € 3 milhões em salários (R$ 13 milhões), para contar com o jogador. Mas, o time chinês ofereceu valores ainda maiores, comparados com os turcos: € 12 milhões (R$ 52 milhões). Além dos valores mais lucrativos, outro fator que pode ponderar numa ida à China, é que o treinador de seu possível clube, é o também alemão Roger Schmidt, que está por lá desde 2017.

A intenção, já declarada pelo atleta, é de jogar fora da Alemanha nessa reta final de carreira, por esse motivo o declínio na renovação com o Werder Bremen e as principais propostas vindas de outros países. Entretanto, outros clubes alemães ainda rondam o atleta, como o caso do Eintracht Frankfurt, mas segundo o diretor Fredi Bobic, as chances não são tão favoráveis.

“Nós trabalhamos muito intensamente com ele. Mas eu atualmente não vejo a chance real de conseguirmos isso “

Max Kruse começou a carreira no Werder Bremen em 2007 e rodou pelo país até voltar ao seu time de base, em 2006, pela ordem os clubes que o meia passou, foram: St. Pauli (2009 à 2012), Freiburg (2012 à 2013, Borussia Monchengladbach (2013 à 2015) e Wolfsburg (2015 à 2016). Além desses clubes, o jogador já teve passagens pela seleção da Alemanha, fazendo 38 jogos entre base e profissional, marcando 12 gols, quatro deles pela principal.

Avatar
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados