Matheus Matias do Corinthians dá ida para a Ponte Preta como certa, mas clubes negam. (Foto destaque: Divulgação/Marco Galvão / Ag.Corinthians)

Primordialmente, o atacante Matheus Matias tratou como certo um empréstimo dele pelo Corinthians para a Ponte Preta para a disputa do Paulistão. No entanto, os dois clubes negaram haver qualquer negociação.

De maneira que, em entrevista “FutCast RN”, o atleta falou sobre a cidade de Campinas e sobre o suposto reencontro com Fessin, meia que conhece bem. Bem como, os atletas atuaram juntos no Corinthians,  ABC-RN e que agora está na Ponte. Juntamente com isso, os futebolistas são agenciados pelo mesmo empresário, Diogo Silva.

Contudo, quando questionado sobre o que esperava com a ida para a Macaca, o jovem disse:

“Esse é o ano […] Agora é se preparar para fazer um Campeonato Paulista bom, para as coisas voltarem a acontecer”.

Assim como, o jogador também foi questionado se tinha recebido alguma garantia da Ponte Preta de que teria chances como titular durante o Paulistão. Contudo, afirmou que cada um vai procurar seu espaço.

Matheus Matias

Todavia, para a temporada 2022, a Ponte já contratou quatro jogadores do Corinthians por empréstimo: o lateral Igor Formiga, o zagueiro Léo Santos, o volante Matheus Jesus e o meia Fessin. Além deles, a Macaca contratou o goleiro Caíque França, que ficou sem contrato com o Timão no fim do ano passado.

Como resultado, a Macaca segue se preparando para os campeonatos que tem pela frente: Paulistão, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro da Série B.

Ocasionalmente, o primeiro deles é o Paulista, a Ponte estreia no dia 26 de janeiro, diante do Palmeiras, no Allianz Parque.

 

Foto destaque: Divulgação/Marco Galvão / Ag.Corinthians

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs