Matheus Barbosa admite que esperava mais oportunidades no Dragão

Autor do gol do Atlético-GO na partida contra o São Paulo, na 21ª rodada do Brasileirão, o volante Matheus Barbosa foi cotado para ser titular diante do Cuiabá, no último domingo , já que Willian Maranhão estava suspenso.

Contratado durante a temporada, o volante era um dos principais jogadores do Cruzeiro em 2021. Assim, em entrevista concedida pelo time goiano, ele admitiu que esperava já ter atuado mais com a camisa rubro-negra, contudo, afirmou que o mais importante é estar bem preparado para quando as oportunidades surgirem.

“Esperava ter jogado mais. Eu vinha de um clube gigante, atuando bastante, eu saí de lá (Cruzeiro) com 27 jogos em 27 partidas do clube na temporada. Cheguei aqui e procurei trabalhar no dia a dia, buscando meu espaço. Agora é seguir trabalhando para ajudar o clube junto com os demais companheiros”, comentou.

Leia Mais:

Histórico de Matheus Barbosa

Artilheiro do clube na temporada, Matheus Barbosa esteve de saída do Cruzeiro para o Atlético-GO. O jogador pertencia ao Avaí e tinha contrato de empréstimo com o clube mineiro até dezembro deste ano. Contudo, uma cláusula do acordo previa liberação em caso de interesse da Série A.

A princípio, Matheus chegou ao Cruzeiro no início desta temporada, após conseguir o acesso à elite nacional com a camisa do Cuiabá, também emprestado pelo Avaí. Entretanto, desde o início teve prestígio com Felipe Conceição, sendo reserva em apenas três partidas com o treinador.

Em resumo, o contrato fechado entre Cruzeiro e Avaí previa compensação financeira aos mineiros somente em caso de venda de Matheus Barbosa durante o período de empréstimo à Raposa.

Dupla com Marquinhos do PSG

Por fim, hoje aos 27 anos, o atleta já viveu muita coisa na carreira, e já atuou ao lado de muitos bons jogadores. o jogador relembrou um momento do começo da carreira, quando defendeu a Seleção Sub17. Assim, ainda atuando como defensor, formou dupla de zaga com o maior craque com quem já jogou.

“Um cara que eu admiro bastante, porque cresceu muito na carreira e é uma baita pessoa, é o Marquinhos, do PSG. A gente jogou junto na Seleção Sub17, eu ainda era zagueiro, e nós formamos a dupla de zaga. Fiquei muito feliz com o crescimento dele, graças a Deus ele foi para a Europa e virou o fenômeno que é hoje. Foi um dos melhores com quem eu joguei”.

Foto destaque: Reprodução/ Bruno Corsino/ACG

Carla Regina
Acredito que o jornalismo faça parte de mim, por ser uma pessoa bem comunicativa. Apaixonada e amante do futebol, sonho em crescer na área esportiva.