Muitos brasileiros já fizeram sucesso na Terra do Sol Nascente, vários ajudaram o futebol a elevar o nível do futebol. Depois da chegada dos primeiros, cada vez mais tivemos jogadores brasileiros. Ainda existe um nome que chegou e fez história em 13 anos de Japão. Essas temporada fizeram o jogador se tornar o 5º maior artilheiro da J-League e do Kashima Antlers.

INÍCIO DA CARREIRA

Marcos Gomes Araújo, ou simplesmente Marquinhos Cambalhota, nascido no Mato Grosso do Sul. Porém o atleta começou sua carreira no Operário de Ponta Grossa onde fez sucesso, o jogador fez quase um gol por jogo, sendo 37 gols em 40 partidas. Logo após essa passagem gloriosa foi negociado com o Coritiba onde continuou a fazer seus gols não tanto quanto no Fantasma, foram 62 jogos e 27 gols.

Foi ainda jogando no Brasil que Marquinhos ganhou o apelido de Cambalhota em um Atletiba, o atacante foi provocado pelo goleiro Flavio do Athletico Paranaense, após a provocação que só fazia gol em time pequeno. Então após a cobrança de falta, Marquinhos Cambalhota fez o gol e na hora de comemorar virou uma cambalhota na frente do arqueiro do Furacão. Por fim a provocação causou sua expulsão e o apelido pegou.

CHEGADA AO JAPÃO

O sucesso no futebol paranaense o levou ao futebol japonês, sua primeira equipe no Japão foi o Tokyo Verdy foi apenas duas temporadas, porém com um certo sucesso, foram 10 gols em 29 partidas. Contudo mesmo com bons resultados, o jogador foi emprestado para duas equipes, o Yokohama Marinos e o JEF United Ichihara, nesta última apesar de poucos jogos foram muitos gols, em apenas 14 partidas e anotou 12 gols. Apesar de não ter feitos muitos gols, foi no Marinos que conquistou seu primeiro título no Japão.

CHEGA AO KASHIMA ANTLERS

As grandes aparições no futebol japonês e seus gols, levaram Marquinhos Cambalhota ao Kashima Antlers, onde foi treinado por Oswaldo de Oliveira. A chegada ao time ocorreu no ano de 2007, na primeira temporada o atleta ainda foi tímido, fez gols apenas 18, contudo ele conquistou seu segundo título japonês e ainda faturou a Copa do Imperador.

Mas foi no segundo ano do clube do ídolo Zico, em que o jogador teve seu maior sucesso. Na temporada de 2008, Marquinhos Cambalhota se destacou com boas exibições e muitos gols. Em 39 partidas o atacante anotou 29 gols, o que levou o time a conquistar o bicampeonato nacional, o jogador chegava ao seu terceiro título. Por fim, além do troféu, o atacante ainda foi eleito o melhor jogador da competição e se sagrou artilheiro.

https://www.instagram.com/p/B35VNXEnnNg/

Ainda sobre o comando do treinador brasileiro, na temporada de 2009 os gols não foram muitos, mas foram importantes para mais uma conquista do Kashima Antlers o tricampeonato. Sendo assim, com mais esse troféu Marquinhos Cambalhota chegou ao seu 4º título da J-League. Em 2010, o atacante disputou sua última temporada pelo clube, onde ganhou a Supercopa.

VOLTA AO BRASIL

Antes de voltar o Brasil, o jogador ainda fez uma passagem rápida por mais um clube japonês, em 2011 ele assinou contrato com o Vegata Sendai. Ocorre que naquele ano a cidade foi atingida por um tsunami, o que fez o jogador ficar traumatizado e deixou o clube com apenas um jogo. Ainda no ano de 2011, a pedido do técnico Oswaldo de Oliveira, técnico do Atlético Mineiro, o atacante foi contrato pelo Galo, porém foi uma passagem rápida, apenas cinco jogos e um gol.

https://www.instagram.com/p/B43x5OXHswT/

RETORNO AO JAPÃO

Após a passagem rápida pelo futebol brasileiro, Marquinhos Cambalhota voltou ao futebol japonês para defender novamente o Yokohama Marinos. Mesmo com 37 anos o jogador se destacou muito e anotou 49 gols em 102 partidas, me dois anos no clube. Já próximo do fim da carreira o atacante foi para o Vissel Kobe, foram dois anos até se aposentar com muitos jogos e poucos gols. Sendo assim, após o fim do contrato ele se aposentou.

A passagem de Marquinhos Cambalhota no futebol japonês foi muito marcante e com alguns recordes. O atleta se tornou o maior artilheiro estrangeiro tanto da J-League com 152 tentos, no total ele é o quinto maior da competição. Além desta artilharia, o atacante também é o maior artilheiro estrangeiro e quinto com mais gols no Kashima Antlers com 82 gols. Por fim, ainda conta com mais um recorde é o jogador não japonês com mais títulos do campeonato japonês com quatro.

Foto destaque: Reprodução/Futebolmundial

Avatar
Eddie Toschi
Edwaldo Toschi, bacharel em Direito e especialista em Jornalista esportivo através de cursos ministrados por jornalistas renomados como Alexandre Praetzel, Celso Unzelte, Mário Marra dentro outros. Sou um apaixonado por futebol. Apresentador do canal Sai Que é Sua no YouTube.

Artigos Relacionados