Marlon

Todo começo de temporada há uma dança das cadeiras, onde uns atletas saem e outros ficam e, esse é o caso do lateral-esquerdo Marlon. Prestes a completar três anos vestindo a camisa do Remo, o atleta contou do porquê decidiu permanecer.

Ao passo que revelou que houve conversas com o presidente Fábio Bentes, com preparador de goleiros Juninho Macaé e por fim, com o goleiro Vinícius. Entretanto, destacou que o projeto apresentado para temporada 2022 agradou e assim sendo, aceitou o desafio.

“O clube me apresentou um projeto. Ano passado acabamos caindo para a Série C e o Fábio veio conversar comigo, tanto ele, como Juninho e Vinícius, pedindo para que permanecesse por mais um ano. Aceitei o desafio e agora estamos procurando trabalhar para formar uma equipe forte e brigar pelos objetivos do clube”.

Por outro lado, Marlon valoriza a pré temporada que está acontecendo em Parauapebas, 720km da capital paraense. Além disso, pontuou como positiva essa interação entre os atletas novos e veteranos para o Leão.

Pré-temporada é boa porque sabemos que tem jogadores novos e assim vamos nos conhecendo para desenvolver da melhor maneira possível nosso futebol”.

Foto: Samara Miranda/Ascom Remo

Tathiane Marques
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.