Marcos Júnior fala sobre trabalhar com Luis Fabiano e Dedé na Ponte: "Uma felicidade enorme". (Foto destaque: Divulgação/Diego Almeida/PontePres)

Antecipadamente, Marcos Júnior, volante de 21 anos que foi destaque na última temporada, renovou com a Ponte Preta na última segunda-feira (3). A saber, o craque é garantido no time até o final do ano e tem a chance de viver um verdadeiro sonho: trabalhar ao lado de Luis Fabiano e Dedé, ídolos na época em que dava os primeiros passos no futebol.

Ocasionalmente, dentro de campo, vai ter a oportunidade ser companheiro do zagueiro, que tem passagens pela Seleção Brasileira.

“Uma felicidade enorme, acho que não só para mim, mas para todo grupo. O Dedé é uma referencia não só na posição dele, mas para todos nós jogadores. Um cara que superou muitas coisas, além de ser um craque de bola. É muito legal e gratificante ter essa oportunidade”.

Contudo, fora dos gramados, o futebolista vai poder se inspirar e ouvir os conselhos do Fabuloso, ex-atacante da Seleção. Bem como, agora coordenador de futebol da Ponte.

“Particularmente é incrível para mim ter um cara que já jogou Copa do Mundo, artilheiro em vários times. Então para gente é um grande espelho, uma referência enorme e é uma honra trabalhar com ele”.

Marcos Júnior

De maneira que, o volante foi um dos destaques da campanha da Macaca na Série B. Assim como, ganhou a confiança da diretoria e da comissão técnica para mais uma temporada.

Acho que a confiança que eles têm em mim é gratificante e eu espero responder à altura, dando meu máximo e tentando ajudar a equipe de todos os jeitos possíveis. A ascensão profissional é isso. A Ponte me deu toda a estrutura que eu precisava, aqui é um lugar incrível, então estou muito feliz e espero poder retribuir”.

Tanto quanto, a Macaca segue se preparando para os torneios que tem pela frente: Campeonato Paulista, Copa do Brasil e a Série B. O primeiro deles é o Paulistão, com estreia no dia 26 de janeiro, diante do Palmeiras, no Allianz Parque.

Foto destaque: Divulgação/Diego Almeida/PontePress

Ainah Carvalho
Ahhh o jornalismo, gosto muito do contato, de escrever, falar, questionar e lembro bem que desde pequena sonhava entrevistar os jogadores após o jogo. Aí cresci e o desejo continuava. Entrei para a faculdade de jornalismo e me formei em 2015. Na época da faculdade trabalhei em rádio-escuta em uma assessoria e fui repórter em um site de máquinas. Após a formação trabalhei em uma assessoria com artistas independentes e também já cuidei das redes sociais de um hotel. Fiz bons cursos no Senac como o jornalismo esportivo, grande amor, também fiz apresentação de programas jornalísticos e programas de variedades. Mas o que eu me identifiquei foi apresentar um programa esportivo. Ahhhh esse amor rsrs

Deixe um comentário