A Superliga Chinesa 2019 será a 16ª temporada desde o estabelecimento da Chinese Super League, em 2004. O patrocinador do título da liga é a Ping An Insurance. A temporada está programada para começar em 1º de março e terminar em 30 de novembro. O Shanghai SIPG é o atual campeão. Abaixo você verá detalhes e curiosidades da última temporada para essa. Clique aqui e confira as novidades nas regras para esta temporada.

Criação, campeões e vices

A Superliga Chinesa foi criada em 2004, pela Associação Chinesa de Futebol, após reconfiguração da antiga Liga de Futebol da Jia-A (antigo futebol chinês). Os campeões, desde então, foram sete equipes:

  • Shenzhen (2004, está de volta na edição de 2019);
  • Dalian Shide (2005, se juntou a outro clube e hoje está na elite chinesa como Dalian Yifang);
  • Shandong Luneng (2006, 2008 e 2010);
  • Changchun Yatai (2007);
  • Beijing Guoan (2009);
  • Guangzhou Evergrande (2011, 2012, 2013, 2014, 2015, 2016 e 2017, sendo o maior campeão da era moderna);
  • Shanghai SIPG (2018).

https://twitter.com/futebolnaveiabr/status/1060223081896181760

Já os vices-campeões, que não levam título, mas garantem vaga na Liga dos Campeões da Ásia e fazem uma boa competição são:

  • Shanghai Shenhua (2005, 2006 e 2008, é também um dos times mais vencedores da era antiga)
  • Beijing Guoan (2007, 2011 e 2014, apesar de três vices e um título, é uma equipe tradicional e vencedora na época antiga
  • Shandong Luneng (2004 e 2013, dois vices e três títulos, além de ser também um equipe de tradição no passado)
  • Shanghai SIPG (2015 e 2017)
  • Jiangsu Suning (2012 e 2016)
  • Changchun Yatai (2009)
  • Tianjin Teda (2010)
  • Guangzhou Evergrande (2018).

Clubes promovidos a partir de 2018 da China League One

Wuhan Zall e Shenzhen FC.

Equipes rebaixadas para a China League One de 2019

Changchun Yatai e Guizhou Hengfeng.

Equipes que mudaram de nome em 2019

O Tianjin Quanjian FC mudou seu nome para Tianjin Tianhai FC em janeiro de 2019.

Jogadores estrangeiros

A política dos jogadores estrangeiros permaneceu inalterada. Os clubes podem registrar um total de seis jogadores estrangeiros ao longo da temporada, mas o número de gringos permitidos em cada equipe da CSL em qualquer momento é limitado a quatro. No máximo três podem ser colocados em campo em cada partida, com um quarto ficando no banco e entrando apenas para substituir outro estrangeiro. Além disso, cada clube pode registrar um jogador de ascendência chinesa de Hong Kong, Macau ou Taiwan (excluindo goleiros), desde que se registre como jogador de futebol profissional em uma dessas três associações pela primeira vez, como jogador nativo.

Avatar
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 27 anos, criado em Taboão da Serra, jornalista pós-graduado em Jornalismo Esportivo e apaixonado por futebol. Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, Peixe, Palestra e Timão. Sou da Colina, Glorioso, Flu e Mengão. Sou brasileiro, hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 x 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões. Sou Clássico das Multidões. Sou Sul, Nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, Raposa, Bavi e Grenal. Sou Ásia e África. Sou Barça e Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas que o estádio incendeia: sou Futebol na Veia.
https://bit.ly/EricFilardi

Artigos Relacionados