Manchester United anuncia R$ 3 bilhões de dívidas

O anunciou que a sua dívida líquida chegou a cerca de 430 milhões de libras (R$ 2,9 bilhões). As informações constam no balanço financeiro do terceiro trimestre da temporada 2019/2020 e mostra que a dívida aumentou de 127,4 milhões de libras (R$ 881 mi) para 429,1 milhões de libras (R$ 2,9 bilhões). Assim, esse crescimento na dívida veio à acontecer na época da chegada do coronavírus na Europa.

ENTENDA O CASO

A princípio, as receitas de transmissão do clube inglês caíram 51,7% no terceiro trimestre da temporada 2019/2020, chegando a 27 milhões de libras. Entretanto, houve um decréscimo de 15 milhões de libras pelo pagamento às emissoras de televisão, que tiveram de alterar sua programação por causa da pandemia. A ausência da Liga dos Campeões também é outro fator que explica a redução desse tipo específico de receita.

Embora as finanças do futebol terem sido afetadas, o time também revelou uma reserva em dinheiro de cerca de £ 90 milhões (R$ 622 mi) à frente da próxima janela de transferências, com acesso a outros £ 150 milhões (R$ 1 bi).

https://twitter.com/theenzowx/status/1263504926698864640?s=21

O QUE DIZEM OS DIRIGENTES DO CLUBE

O vice-presidente do United, Ed Woodward descreveu os “desafios” criados pelo coronavírus e sobre as ajudas prestadas a sociedade pelos red devils:

“Nosso foco continua na saúde e no bem-estar de nossos colegas, torcedores e parceiros em todo o mundo. Estamos extremamente orgulhosos de como as pessoas ligadas ao clube reagiram durante essa crise”, disse Woodward.

“Desde o início da pandemia, o Manchester United e nossa Fundação prestam assistência a hospitais, instituições de caridade e escolas em nossas comunidades, assim como apoio a trabalhadores da linha de frente e torcedores vulneráveis. Essas ações refletem nossos valores fundamentais como clube e a resistência à adversidade que demonstramos muitas vezes ao longo de nossa longa história e faremos novamente para enfrentar esses desafios atuais.”

COMO ESTÁ O MANCHESTER NA TEMPORADA

Ademais, apesar da incerteza fora de campo, Woodward apoiou a equipe comandada pelo técnico Solskjaer para retomada das atividades se a temporada for reiniciada em junho. O Manchester ostenta uma invencibilidade de 11 jogos e ainda pode disputar um lugar entre os quatro primeiros da tabela do Inglês, além de brigar pelos títulos da Copa da Liga e Europa League:

“Estamos ansiosos para que a equipe retorne com segurança ao campo e aproveite o excitante momento que Ole e os jogadores alcançaram anteriormente. Enquanto tomamos todas as medidas necessárias para proteger a saúde pública”, finalizou o dirigente

O plantel de Manchester não entra em campo desde o dia 12 de março, quando enfrentou o LASK Linz, da Áustria pelas oitavas de final da Liga Europa. Os clubes do Campeonato Inglês retomaram os treinos nesta semana, após 748 pessoas passarem por testes de coronavírus. Seis casos deram positivo para a doença.

Por fim, a equipe está em 5º lugar na Premier League, com 45 pontos. A liga tem uma previsão otimista de recomeçar o campeonato no dia 12 de junho.

Foto Destaque: Getty Images

Erick Uchoa Nascimento
Prazer, me chamo Erick Uchoa Nascimento, tenho 18 anos e resido em São Paulo capital. Optei pelo jornalismo por ser uma forma de me manter perto do que eu mais amo, esportes, em especial, futebol e basquete. Tenho o grande sonho de um dia poder cobrir grandes eventos, como a Libertadores, UEFA champions League e quem sabe até uma Copa do Mundo ou NBA. Curso jornalismo na Universidade Nove de Julho.

Artigos Relacionados