Manchester City monitora a situação de Lewandowski (Foto Reprodução Getty Images)

Além de Harry Kane, o Manchester City agora também está de olho em Robert Lewandowski. De acordo com o jornal inglês “Daily Mail”, os Citizens vão entrar na briga com o Real Madrid para contratar o astro polonês. O atacante tem mais dois anos de contrato com o Bayern de Munique, mas ainda não acertou sua renovação.

O interesse do Manchester City em Lewandowski está diretamente ligado ao fato das negociações com Harry Kane terem ficado difíceis. Recentemente, o clube ofereceu 100 milhões de libras ao Tottenham, que recusou de imediato a investida. A mídia inglesa afirma que o mandatário dos Spurs, Daniel Levy, deseja algo próximo de 170 milhões de libras.

Sendo assim, os Citizens voltaram a olhar para o mercado e identificaram o polonês como um possível alvo. Há a chance de que o Bayern aceite negociar o atacante, visto que, em caso de não renovação, esta seja a última chance de vender o atleta por um alto valor. Caso entre em seu último ano de contrato, Lewandowski pode ter seu preço abaixado, já que os Bávaros poderão perdê-lo de graça. A saber, faltando seis meses para o fim do vínculo, qualquer jogador pode assinar um pré-contrato e sair sem custos.

Lewa é um velho conhecido de Pep Guardiola, atual treinador do Manchester City. Ambos trabalharam juntos entre 2014 e 2016 no Bayern de Munique, conquistando dois Campeonatos Alemães e uma Copa da Alemanha durante o período.

Caso deseje fazer uma oferta pelo centroavante, os Citizens também terão que vencer a concorrência do Real Madrid. Em resumo, os Merengues já demonstraram interesse no atleta e têm boa relação com Pini Zahavi, atual agente do jogador. O empresário ajudou os espanhóis a contratarem Alaba nesta janela.

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.