Lyon apela ao governo para “voltar” com Ligue 1

O Campeonato Francês foi encerrado pelos organizadores da competição por conta da pandemia de coronavírus. Assim, diferentemente do Holandês, campeões, rebaixados e classificados a competições europeias foram definidos. Contudo, o presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas não gostou nada da decisão e deve ir atrás de seus “direitos” para que a Ligue 1 termine em campo.

O presidente do Lyon entrou com recurso no governo francês, com a intenção de que as autoridades consigam derrubar a decisão de encerramento do campeonato local, e que ele continue e seja terminado em campo, assim como a Bundesliga.

“Poderíamos imaginar que o dia 2 de junho representa também uma oportunidade formidável de retificar o erro contra o futebol francês e de permitir, com um protocolo sanitário usando em todos os lugares, dar o pontapé para um recomeço progressivo dos treinos e a retormada da temporada em julho ou agosto”, disse Aulas em carta ao primeiro-ministro da França, Edouard Philippe, e à ministra de Esportes, Roxana Maracineanu.

A carta de Aulas fala que 20 dos 55 membros da UEFA retornarão seus campeonatos e apenas a França, dos países principais, teve encerramento. Vale lembrar que o “desespero” do presidente se dá porque o Lyon terminou na 7ª colocação, estando fora de competições continentais.

Foto Destaque: Divulgação/Lyon

Alexsander Vieira
O princípio de que o jornalismo deva ser ensinado e que não é racional deixar que o jornalista se forme por si mesmo.
https://bit.ly/3nAiB4l

Artigos Relacionados