Lukaku e Sánchez podem salvar a Inter na Champions?

- Os ataques que eram do Manchester já superaram seus antigos números no clube anterior em menos jogos pelo Inter
Romelu lukaku e alexis sanchez podem salvar a inter de milão

Nas últimas temporadas, a Inter de Milão apostou na dupla de ataque Romelu Lukaku e Alexis Sánchez que antes pertencia ao Manchester United. Dessa forma, os atletas já superaram suas marcas nos antigos clubes, o que empolga o torcedor. Porém, a equipe atual dos dois não vive uma fase incrível, e assim, vem sofrendo na Champions League.

SUAS TRAJETÓRIAS ATÉ A INTER DE MILÃO

ROMELU LUKAKU

Em suma, o atacante tornou-se profissional do Anderlecht aos 16 anos. Assim, no clube, ele se tornou artilheiro do campeonato belga, logo chamando atenção de clubes maiores. Dessa forma, em 2011, se mudou para o Chelsea, sendo um grande destaque da equipe.

Em 2012 foi emprestado para o West Bromwich Albion, onde ficou 2 anos. Assim, chamou atenção do Everton, onde ficou de 2014 até 2017. O belga se destacou demais na Premiere League, o que atraiu os olhos do Manchester United, porém, não vingou no clube durante os dois anos lá.

Assim, em 2019, Romelu foi contratado pela Inter como grande promessa de salvar o time que não estava nas suas melhores situações. E é o que ele está mostrando que é capaz. Sendo assim, 34 jogos antes de igualar a quantidade de partidas disputadas no United, Lukaku já ultrapassou o seu número de gols no antigo clube.

Dessa forma, Romelu Lukaku soma 43 gols em 62 jogos, ultrapassando os 42 feitos nas 96 partidas em que esteve em campo pelos Red Devils.

https://twitter.com/RomeluLukaku9/status/1159539125822926848?s=20

ALEXIS SÁNCHEZ

O jovem chileno começou no Cobreloa, de seu país, chamando atenção e foi vendido para a Udinese, onde se destacou, porém acabou sendo emprestado para o Colo Colo, de volta ao Chile. No clube, não jogou muito.

Com seu empréstimo acabado, o clube italiano o enviou para o River Plate, da Argentina, onde também não teve um desempenho animador.  Porém, tudo mudou quando Alexis foi vendido para o Barcelona em 2011. Lá, jogou 141 partidas, marcando 46 gols. Seus três anos lá chamaram atenção do Arsenal, que foi onde ele mais jogou e se destacou.

Dessa forma, pelos Gunners, Sánchez ficou 4 anos, chegando em 2014. Assim, jogou 166 jogos e marcou 80 gols, sua melhor campanha em um clube até o momento. Porém, em 2018, a parceria acabou. Já em queda em sua performance, foi vendido para o Manchester United, onde ficou apenas um ano, com 45 jogos e apenas cinco tentos, se destacando mais em assistências, onde teve nove.

Assim, em 2019, foi emprestado para a Inter de Milão, que o adquiriu definitivamente no fim do empréstimo. Até o momento, Alexis Sánchez tem três jogos a menos do que teve no Manchester, mas já soma números maiores. São 42 jogos, com seis gols e 13 assistências.

MAS, COMO A INTER ESTÁ RUIM COM ELES DOIS INDO BEM?

Em suma, a Inter vem vindo bem na Serie A, estando em segundo lugar, atrás apenas da máquina conhecida como Milan, que não perdeu um jogo até agora. Dessa forma, é de se esperar que em outras competições, o clube estivesse tão bem quanto. Porém, não é isso que se observa ao vê-los em campo na Champions League.

Dessa forma, o clube não teve nenhuma vitória desde o começo da liga, tendo dois empates e duas derrotas em sua conta, o que os deixa em último colocado do grupo B. Estão no mesmo grupo que Real Madrid, Borussia Mönchengladbach e o Shaktar.

Mesmo que exista a chance da Inter se classificar para a próxima fase, é preciso ganhar todos os jogos. Dependendo de resultados dos outros, espera que o Real Madrid perca para o Shaktar fora de casa e  tendo que ganhar do Borussia na Alemanha para sim ter uma chance de ressurgir na competição.

Caso não consiga passar, seria o terceiro ano consecutivo da Inter eliminada na fase de grupos da Champions, porém, nas duas últimas, foram pelo menos para a Europa League. No entanto, até essa poderá estar fora de cogitação se continuarem com os resultados ruins. Mas será que Romelu Lukaku e Alexis Sánchez são o suficiente para salvar o clube na principal competição da Europa?

Foto destaque: Reprodução/Getty Images

BetWarrior


Poliesportiva


Henrique Cesar
Henrique Cesar
Escolhi o jornalismo pois sempre fui apaixonado por escrever, escrevo desde pequeno, sempre tive o sonho de contra as histórias das pessoas, e o jornalismo me trouxe essa oportunidade. Já trabalhei na área três vezes. Fui redator em um site da minha faculdade, fui produtor, roteirista e editor de um canal de Youtube sobre basquete e já fui redator de redes sociais em uma agência publicitária. Meus objetivos são poder estudar mais, trabalhar mais com jornalismo, contar mais histórias, sonho em um dia fazer documentários jornalísticos. Minha personalidade... sou muito curioso com tudo, sempre quero saber das coisas, se eu gosto então, eu procuro ao máximo saber tudo, gosto demais de escrever, sou meio introvertido mas me solto com o tempo.

    Artigos Relacionados

    Topo