Lucas Orbán na mira do Newell´s

O Newell’s Old Boys já começa a estudar nomes caso a saída de Santiago Gentiletti se concretize. O clube de Rosário foi pego de surpresa com as exigências que seu defensor fez para continuar no time. Além dessas imposições, o zagueiro ainda disse em entrevista que tinha várias propostas em mãos e estaria analisando, juntamente com seu empresário, a melhor opção.

Com essa possível perda importante no elenco, a equipe do Parque Independência estuda um substituto no mercado nacional. O nome mais forte que está sendo ventilado é o de Lucas Orbán, zagueiro campeão pelo Racing Club na temporada 18-19 e que agora está encostado no clube de Avellaneda.

https://twitter.com/GambetaLP/status/1291069606350721026

Orbán chegou à  La Academia em 2017 e foi destaque na conquista da Primeira Divisão Argentina em 18-19, sob o comando de Eduardo Coudet. Entretanto, as constantes lesões atrapalharam a regularidade do jogador na temporada seguinte. Assim, o fizeram ser preterido pelo atual treinador Sebastián Beccacece.

Contudo, para contratar o defensor de Avellaneda, os dirigentes da La Lepra terão que abrir os cofres. Isso porque o valor de mercado do zagueiro do Racing Club é estimado em 1,2 milhões de euros, enquanto que a saída de Gentiletti deverá render aos Rubro-Negros uma quantia de aproximadamente 200 mil euros.

A CARREIRA DE LUCAS ORBÁN

Lucas Alfonso Orbán Alegre nasceu no dia 3 de fevereiro de 1989 na capital argentina, Buenos Aires. Revelado no River Plate em 2009, o zagueiro não foi muito aproveitado nos Millionarios e realizou apenas 11 partidas antes de deixar o Monumental de Nuñez em 2011. Após passagem sem brilho pelo River, Orbán foi emprestado para o Tigre, da Argentina.

No seu novo clube, o defensor conseguiu se destacar e foi contratado em definitivo pela equipe um ano depois. Foi titular na campanha que levou o Tigre à uma inédita final da Copa Sul- Americana. Apesar da derrota, Orbán foi peça importante durante toda a competição. Encerrou sua passagem por lá com 64 partidas disputadas e um gol marcado.

Iniciou sua carreira internacional em 2013, quando foi contratado pelo Bordeaux, da França. Com a camisa dos Girondinos, disputou 30 jogos, sendo titular em quase todos. Ainda nessa temporada, foi convocado pela primeira vez para defender a seleção argentina. No ano seguinte foi comprado pelo Valencia, da Espanha, onde marcou seu segundo gol atuando como profissional.

As contusões atrapalharam sua estadia no clube espanhol e, dessa forma, depois de dois anos, foi emprestado para o Levante, onde teve uma passagem relâmpago com apenas três jogos disputados. Antes de retornar à Argentina, jogou pelo Genoa, da Itália. Apesar de ter sido titular na maioria dos jogos disputados, ficou apenas uma temporada.

Em 2017 retornou a Buenos Aires para jogar com a camisa do Racing. Embora tenha convivido com lesões, o zagueiro conseguiu seu primeiro título com a camisa da La Academia em 2019 ao sagrar-se campeão da Primeira Divisão Argentina.

Foto Destaque: Divulgação/Diário AS

Enzo Gabriel
Sou o Enzo, sou de Brasília e tenho 20 anos. Completamente apaixonado por futebol e totalmente focado em virar um grande jornalista esportivo. Por enquanto faço sociologia na Universidade de Brasília

Artigos Relacionados