Lorraynne , meia campista do Flamengo, da início a temporada de 2021 com altas expectativas para disputar o Brasileirão A1.

Em primeiro lugar, a meia campista Lorraynne inicia seu segundo ano pelo time do Flamengo. Contudo, a atleta dá início a temporada de 2021, com altas expectativas para disputar o Brasileirão A1. Sendo titular durante o campeonato estadual, a jogadora vem trabalhando desde então para poder competir nacionalmente.

Atualmente com 24 anos, a jogadora possui passagens em outras equipes, como Audax-SP, Napoli-SC, Bahia e São Francisco-BA. Em sua trajetória, a mesma adquiriu uma bela experiência.

Jogando no Flamengo e com passagens pela Seleção Sub-17 e Sub-20, dentro do time rubro-negro, Lorraynne vem passando por transições em sua posição de atuação, mudando de defesa para ataque. Assim, se aperfeiçoando e ganhando mais qualidade.

Ainda sobre a disputa do Brasileirão Séria A1, a jogadora diz estar focada na competição:

“Estamos fazendo uma preparação pesada para chegarmos bem neste brasileiro. O objetivo é conseguir uma campanha superior à que tivemos na última edição. Estamos focadas e queremos fazer um ótimo campeonato, com altas expectativas e sabendo que o nível de competição é altíssimo, digno de um Brasileiro Série A1”.

Foto: Divulgação / Paula Reis / WP Assessoria

Por fim, com as datas do Campeonato Brasileiro divulgadas, a jogadora e suas companheiras de equipes já estão na espera para jogar contra o Minas Brasília. Assim, a estreia é no dia 18 deste mês, às 15h (horário de Brasília), na Gávea. O campeonato vai seguir a mesma fórmula da temporada anterior. Com 16 times disputando, em um único turno. Então, os oito melhores se classificam e jogam em um mata mata para final.

Foto Destaque: Divulgação / Daniel Brasil / WP Assessoria

Avatar
Emilena Gonçalves
Prazer, Emilena Gonçalves! Estudante de jornalismo, gaúcha, gremista, Neymarzete e amante do futebol. Me apaixonei pelo futebol na copa de 2002 e por crescer em uma família que só acompanhava Copa do Mundo, precisei começar a frequentar os estádios sozinha, aos 14 anos. A vontade de fazer jornalismo começou aos 12 anos, e nada melhor do que unir duas paixões.

Deixe uma resposta