Loja aberta! Barcelona precisa de 70 milhões de euros até o fim de Junho

A situação no Barcelona não está muito boa. O clube está com um elenco recheado de craques que já têm certa idade. Com isso, jogadores como Messi e Rakitic (32 anos), Busquets e Alba (31) e Suarez e Piqué (33) já estão com seus anos na Espanha contados. Destes, apenas Messi é considerado inegociável. Junto com ele, estão De Jong e Ter Stegen.

Além disso, o elenco do Barcelona para a atual edição da La Liga era considerado fraco. Isto porque o número de alternativas era baixa, em torno de 13 jogadores de nível titular. A situação levou, inclusive, à uma exceção por parte da liga ao clube, fora da janela. A contratação aconteceu em circunstâncias especiais, já que o time havia perdido Ousmane Dembelé para uma lesão.

Necessidade de vendas

Mesmo assim, segundo a rádio espanhola “ESPN Deportes”, o clube estipulou o arrecadamento de 124 milhões de euros em vendas de atletas. No entanto, a paralisação do futebol por conta do novo coronavírus dificultou muito a ação no mercado de transferências. Tendo em vista tal dificuldade, a diretoria diminuiu o valor para 70 milhões.

Ainda assim, é possível que o time não atinja esta nova meta. Isto porque a janela de transferências só vai até o dia 30 de junho. O time decidiu então colocar grandes jogadores rentáveis, como Vidal, Rakitic e Arthur, à venda. Eles têm valores próximos à 60 milhões de euros, e ajudariam muito as finanças do clube.

Portanto, mesmo que contra a vontade dos jogadores, é possível que sejam realizadas negociações. O Barcelona é, atualmente, o líder da La Liga, com 58 pontos. Na Champions League, o clube ainda precisa decidir a vaga para as quartas de final com o Napoli, no Camp Nou. O mandante possui a vantagem de um gol contra o clube italiano.

Foto destaque: Divulgação/FC Barcelona 

Cadu Maciel
Carlos Eduardo Fernandes Maciel, 18 anos. Cursando o 3º semestre de jornalismo na UAM. Fez o Curso de Jornalismo Esportivo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola. Quando novo, se apaixonou pelo esporte e pela mobilização social em torno dele. Hoje, busca seu espaço, trabalhando com o melhor assunto do mundo (para ele, pelo menos).

Artigos Relacionados