Lingard conta detalhes de sua relação com Gareth Southgate, técnico da Inglaterra (Foto: Reprodução/Getty Images)

Convocado para defender a Inglaterra nos jogos contra San Marino, Albânia e Polônia pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022, Jesse Lingard voltará a vestir a camisa do seu país após dois anos. Com 28 anos, o meia ficou de fora das últimas listas enquanto esteve em baixa no futebol inglês. Assim, em entrevista ao “talkSPORT”, o jogador do West Ham revelou detalhes de sua relação com Gareth Southgate, técnico dos Três Leões, bem como relembrou um conselho dado pelo treinador.

“Ele mostrou que acreditava em mim e me deu muito apoio. Foi também com ele que estreei na seleção. Mantivemos contato, mesmo quando eu não estava jogando com regularidade e me aconselhou com minhas decisões. Me disse ‘se fosse você ficava na Premier League, não saia’. Depois disso foi só encontrar o clube certo”, disse.

Tido como uma das grandes revelações da Inglaterra nos últimos anos, Lingard viveu tempos difíceis no Manchester United. Atuando pouco pelos Red Devils, o meia passou a ser criticado pela torcida e ficou um longe período sem marcar gols na Premier League. Sendo assim, na última janela de transferências assinou por empréstimo com o West Ham. Nos Hammers, o meio-campista reencontrou seu bom futebol e em sete jogos já marcou cinco gols e deu duas assistências.

Pela seleção nacional, Lingard foi titular e teve papel de destaque na Copa do Mundo de 2018, quando a Inglaterra alcançou o 4° lugar, também sob o comando de Gareth Southgate. Contudo, a queda de rendimento fez com que em 2019 o jogador fizesse seu último jogo pelos Três Leões. Desse modo, ao todo, o meio-campista soma 24 jogos, quatro gols e três assistências defendendo a terra da rainha.

Foto Destaque: Reprodução/Getty Images

Renan Liskai
Renan Liskai
Muito prazer! Sou Renan Liskai, paulista, natural de Santo André. Desde 1998 falando, respirando, sorrindo, chorando e enlouquecendo por futebol. A vida de goleiro não deu certo, mas o jornalismo sempre esteve ali. Descobri que se não podia estar dentro de campo ou das quadras, eu poderia estar do lado de fora, mas sempre vivendo tudo isso. Sou daqueles que não perde um jogo de futebol por nada, seja ele qual for. Costumo dizer que esse esporte é assunto mundial e que não há uma pessoa no mundo que nunca tenha falado sobre tudo que acontece dentro e além das quatro linhas. Assim como todo mundo, carrego uma história e experiências. Sou filho, irmão, neto, amigo e sempre serei um eterno aprendiz dessa vida.