Lesão de Renato abre disputa no meio-campo santista

Com a contusão do volante Renato no treino da última segunda (6) a vaga do veterano santista ficará em aberto. Pelo menos até a recuperação do camisa 8 do Peixe, que ficará em recuperação por 15 dias, segundo departamento médico da equipe. O Santos conta com opções no banco de reservas – e até mesmo na equipe titular- para repor o vaga de meio-campista.

Recém-contratado, Leandro Donizete, ex-jogador do Atlético Mineiro, é uma das opções. Joga mais recuado, à frente da linha de zagueiros, que o veterano santista. Na prática, disputa vaga com Thiago Maia. Mas Dorival cogita utilizá-lo.

Eu estava projetando ele para o jogo contra o São Paulo. Talvez antecipemos. Não é o que quero fazer, precipitar, estávamos programando uma outra condição para ele. Teve um problema no início da preparação, por isso o cuidado, mas vamos avaliar”, explicou Dorival Júnior.

Quem também observa atentamente essa vaga no meio-campo do Santos, é zagueiro Yuri, que vem atuando improvisadamente na zaga do Peixe. Destaque do Audax na campanha do vice-campeonato Paulista de 2016, atuando como volante, esta pode ser a chance para o jogador voltar à sua posição de origem. Outro fator que favorece o jogador é chegada de Cléber, zagueiro de ofício, que pode ocupar a vaga provisória de Yuri na defesa, e assim dar mais liberdade para o santista disputar vagas no meio-campo da equipe.

Substituir o volante Renato não é tarefa fácil. O veterano apoia o ataque, distribui bem o jogo, tem um alto índice de acerto nos passes e volta para marcar.

É difícil. Vai da característica de cada jogador. Natural que a gente precise de outro jogador que nos dê uma sustentação. Vamos trabalhar para buscar a melhor formação inicial. Pela forma que atua e se comporta nos dois anos que vem se comportando e frieza que passa a todos, é difícil substituir”, destacou o técnico.

FOTO: Ivan Strorti/Divulgação Santos FC   

 

Euclides Araújo

Sobre Euclides Araújo

Euclides Araújo já escreveu 8 posts nesse site..

Estudante de jornalismo, 25 anos, de Campinas e torcedor, principalmente, do bom futebol. Acompanha partidas desde os 9 anos e começou torcendo para o Santos só para rivalizar com o vizinho. Hoje torce discretamente pelo Peixe mesmo tendo mais de 20 camisas de clubes brasileiros. Sonha em ver o Guarani campeão novamente, o Japão levantando a taça da copa do mundo e a seleção brasileira voltar a ser patrimônio do povo. Tem nome de grego e sobre nome de brasileiro mesmo.

BetWarrior


Poliesportiva


Euclides Araújo
Euclides Araújo
Estudante de jornalismo, 25 anos, de Campinas e torcedor, principalmente, do bom futebol. Acompanha partidas desde os 9 anos e começou torcendo para o Santos só para rivalizar com o vizinho. Hoje torce discretamente pelo Peixe mesmo tendo mais de 20 camisas de clubes brasileiros. Sonha em ver o Guarani campeão novamente, o Japão levantando a taça da copa do mundo e a seleção brasileira voltar a ser patrimônio do povo. Tem nome de grego e sobre nome de brasileiro mesmo.

    Artigos Relacionados

    Topo