À primeira vista o confronto contra o Liverpool não prometia muitas alegrias para o torcedor do Leicester City. O elenco de Craig Shakespeare estava cheio de desfalques para este jogo, incluindo a principal referência ofensiva do time, o atacante Jamie Vardy – que sofreu uma lesão na virilha na última rodada da Premier League.  Já os Reds escalaram o brasileiro Phillipe Coutinho e promoveram a estreia de Oxlade-Chamberlain entre os titulares.

Coutinho foi o nome do jogo nos primeiros 45 minutos. O brasileiro jogou livre no setor ofensivo e ditou o ritmo da partida, dominada pelo Liverpool na primeira metade. Mas o ritmo da partida mudou totalmente no segundo tempo graças aos suplentes. Primeiro, Jurgen Klopp sacou seu camisa 10 no intervalo para a entrada de Woodburn. Logo aos 8’ do segundo tempo, Shakespeare promoveu a entrada de Okazaki no lugar de Ulloa, e o japonês pôs fogo no jogo.

Aos 20’ da segunda etapa, após rebote de um escanteio ofensivo, o Leicester trabalhou a jogada e a bola foi parar na área, próxima à meia-lua, onde encontrou os pés de Okazaki, que estufou as redes para abrir o placar. Os Foxes aumentaram aos 33’, quando Slimani veio carregando a bola pela direita do ataque e finalizou no ângulo, decretando a vitória dos donos da casa.

As duas equipes voltam a se enfrentar no sábado (23), desta vez pela Premier League.

Confira os outros jogos desta terça (19).

Aston Villa 0 x 2 Middlesbrough

O Boro venceram pela primeira vez os Villans na Copa da Liga Inglesa graças aos dois gols de Patrick Bamford. O atacante marcou o primeiro de pênalti, aos 13’ do segundo tempo, após ser derrubado na área por Tommy Elphick, que recebeu o segundo cartão amarelo pela jogada e acabou expulso da partida.

Em vantagem numérica, os visitantes ampliaram, novamente com Bamford, aos 22’ da etapa complementar, para sacramentar a vitória e avançar para a próxima fase.

AFC Bournemouth 1 x 0 Brighton & Hove Albion

Assim como havia feito na Premier League, o Bournemouth voltou a vencer o Brighton, desta vez pela Copa da Liga Inglesa. O ponta-direita Jordon Ibe, autor de duas assistências no fim de semana, começou como titular e deu trabalho para a defesa dos visitantes, mas não conseguiu decidir a partida.

Os Seagulls tinham no gol Tim Krul, homem de confiança do treinador Louis Van Gaal para defender pênaltis na Copa do Mundo de 2014, mas os Cherries não deram chance do goleirão mostrar suas habilidades nas penalidades máximas. Logo aos 9’ da prorrogação, Joshua King marcou o gol que decidiu a partida.

Brentford 1 x 3 Norwich City

O histórico de confrontos sem gols entre as duas equipes ficou para trás graças ao oportunismo de Mario Vrancic. O meio-campista bósnio abriu o placar, de pênalti, aos 10’ do primeiro tempo, e ampliou aos 6’ da segunda etapa em cobrança de falta. Josh Murphy ainda ampliou a vantagem 17 minutos depois, antes de Clarke descontar para os donos da casa, já nos acréscimos.

Bristol City 2 x 0 Stoke City

O Bristol City, que já havia eliminado o Watford da Copa da Liga Inglesa, fez mais uma vítima vinda da principal divisão do futebol britânico. Em pouco mais de 10 minutos os donos da casa marcaram duas vezes, primeiro com Diedhiou, aos 5’ do segundo tempo, depois com Taylor, aos 15’, e garantiram uma vaga na 4ª rodada da competição pelo segundo ano seguido.

Burnley 2 x 2 Leeds United

Sem dúvida uma das partidas mais emocionantes de toda a competição. O placar permaneceu sem alterações até os minutos finais, quando o jogo ganhou contorno de drama para ambos os lados. Faltando pouco mais de 10 minutos para o fim da partida, Sacko abriu o placar para os visitantes. Aos 44’ do segundo tempo, Wood, de pênalti, empatou. Já nos acréscimos, aos 49’, Hernández, também de pênalti, colocou o Leeds na frente. Mas Robbi Brady, em cobrança de falta, igualou o marcador aos 51’ da etapa complementar.

Após o final dramático no tempo regular, as duas equipes passaram em branco na prorrogação e a partida foi para os pênaltis, cuja ordem de batidas seguiu o formato “ABBA” – uma equipe faz a primeira cobrança, enquanto o adversário chuta duas seguidas, e assim sucessivamente. Na disputa dos tiros livres na marca da cal, o Leeds fez 5 a 3 e garantiu a classificação.

Crystal Palace 1 x 0 Huddersfield Town

O longo inverno do Crystal Palace chegou ao fim. Dono do pior início de campeonato da história da Premier League, o time venceu no segundo jogo de Roy Hodgson no comando graças a um gol de Sako, logo aos 13’ do primeiro tempo.

A vitória, apesar de dar algum fôlego, pode significar a brisa antes da tempestade. Pela Premier League, os águias vão enfrentar uma sequência difícil: Manchester City e Manchester United fora de casa, antes de receber o Chelsea no Selhurst Park.

West Ham United 3 x 0 Bolton Wanderers

O West Ham conseguiu uma vitória conquistou uma vitória convincente contra o lanterna da segunda divisão para avançar à 4ª rodada da Copa da Liga Inglesa. Ogbonna, aos 4’, e Sakho, aos 31’, colocaram os Hammers na frente ainda no primeiro tempo. Na etapa complementar, já nos acréscimos, Masuaku ampliou.

Wolverhampton Wanderers 1 x 0 Bristol Rovers

Os primeiros 90 minutos de partida terminaram sem gols e o jogo foi para a prorrogação, até Enobakhare estufar as redes aos 8’ do tempo extra. No final do jogo os visitantes ainda perderam um jogador quando Tom Lockyer foi expulso do jogo pelo árbitro Tony Harrington.

Reading 0 x 2 Swansea City

O primeiro tempo passou sem gols para ambos os lados, mas os visitants trataram de mostrar serviço logo no início da etapa complementar, quando abriram o marcador aos 7’, com Mawson, após escanteio cobrado pelo português Renato Sanches.

Apesar da desvantagem, o Reading não se abateu e buscou o empate. Mas um lance bizarro acabou com o ânimo dos donos da casa. George Evans tentou um passe que acabou acertando no árbitro Andy Davies, e Fer aproveitou a sobra para acionar Jordan Ayew, que ampliou e fechou a conta do confronto.

Tottenham Hotspur 1 x 0 Barnsley

O técnico Mauricio Pochettino optou por deixar o atacante Harry Kane no banco, mas mandou a campo alguns de seus principais jogadores, como Alli, Vertonghen e Fernando Llorente, que foi titular dos Spurs pela primeira vez.

Menos de 1/3 dos 90 mil lugares disponíveis no Estádio Wembley estavam ocupados para ver a segunda vitória do Tottenham desde que o time passou a mandar seus jogos no local. O gol da vitória foi marcado por Dele Alli, aos 20’ da etapa complementar.

Johnny Katayama
Johnny Katayama é jornalista, locutor e apaixonado por esportes – de futebol e basquete até hipismo e xadrez. Entusiasta dos eSports e jogador amador de League of Legends. Narrador e repórter nas transmissões da TV MundoVôlei. Autor do livro: “Galo Guerreiro – os últimos campeões estaduais da história do futebol profissional de Maringá” (2012).

Artigos Relacionados