Borussia Dortmund quer Odsonne Edouard

Em busca de um principal alvo e de reforçar o elenco para a próxima temporada, o Leicester está próximo de contratar Odsonne Edouard, do Celtic. Em outras palavras, os Foxes já teriam acertado o valor para a transferência do francês de 23 anos. De acordo com o jornalista italiano Fabrizio Romano, o time inglês teria concordado em desembolsar 15 milhões de Libras (cerca de R$ 108 milhões) pelo jogador.

https://twitter.com/WeArePLeague/status/1402250290515124224

Ao passo que visa contratar um futuro sucessor para Jamie Vardy, o Leicester contam com a presença de Brendan Rodgers para firmar o acordo. Isso porque Edouard chegou ao Celtic a pedido do treinador, em seu tempo à frente do clube escocês. Além disso, Rodgers descreveu o jogador como o melhor jovem com quem já trabalhou.

Ao mesmo tempo, os Foxes têm como adversários na negociação o Arsenal, que busca também um atacante, e também a Inter de Milão. Por fim, o contrato do jogador vai até junho de 2022, e ele acredita que a parceria com Brendan Rodgers pode ajudá-lo em uma transição tranquila ao futebol inglês.

CARREIRA DE ODSONNE EDOUARD NO CELTIC

Formado nas categorias de base do Paris Saint-Germain, Odsonne Edouard acumulou dois empréstimos – Toulouse e Celtic – antes de ser comprado pelo time escocês em 2018. Nesse sentido, o jogador fez incríveis 19 gols em 26 jogos na temporada 2017/2018, sua primeira na Escócia, uma média de 2,05 por partida.

Já na temporada 2019/2020, Edouard anotou incríveis 21 gols e 12 assistências, se tornando o artilheiro isolado daquela edição do torneio nacional.

Em quatro temporadas disputadas pelo Celtic, o francês conquistou três títulos do Campeonato Escocês, duas Copas da Escócia e duas Copas da Liga Escocesa. Além disso, Edouard terminou como artilheiro em duas (2019/2020 e 2020/2021), marcando 57 gols e distribuindo 25 assistências em 100 jogos na principal liga do país.

Foto Destaque: Reprodução/Transfermarkt

Márcio Moreno
Escolhi o jornalismo pela paixão pelo esporte, tanto para escrever quanto para falar e debater. Já produzi reportagem para TV sobre rotatividade de técnicos no futebol brasileiro, além de ter escrito sobre handebol no jornal impresso da faculdade. Além do futebol, sou fã de tênis, basquete e Pro-Wrestling.

Deixe uma resposta