Lá vem a Alemanha

Na última segunda-feira (25), a FIFA baniu, por um ano, Wolfgang Niersbach, antigo presidente da federação alemã de futebol, por má conduta no Mundial de 2006, realizado na Alemanha.

Responsável pela divulgação midiática e de marketing durante a Copa de 2006, Niersbach definiu sua punição como exagerada, mas, apesar do veredicto, o dirigente manteve seus cargos nos órgãos decisórios da Fifa e da Uefa.

O Comitê de Ética da Fifa considerou Niersbach culpado por não relatar possíveis condutas antiéticas e conflitos de interesse durante o processo de definição da sede do evento. Ele ainda deixou claro durante entrevista para a imprensa alemã que pretende recorrer dessa decisão.

“Depois de consultar meus advogados, vou apresentar um recurso, mesmo que seja apenas para conseguir obter uma explicação por escrito para este veredicto”, afirmou o alemão.

Renunciou à presidência quando não encontrou respostas para um pagamento de 6,7 milhões de euros (aproximadamente R$ 24,1 milhões, na cotação atual) realizado pelos organizadores alemães da Copa do Mundo para a Fifa, sendo o primeiro membro do recém-criado Conselho da Fifa a ser punido pelo Conselho de Ética. O pedido de afastamento seria de dois anos de qualquer atividade ligada ao futebol.

Carolina Keyko
Carolina Keyko
Sou Carolina Keyko Rodrigues, 21 anos, estudante de jornalismo, apaixonada por esportes, música, teatro, gastronomia e fotografia. Já trabalhei como estagiária para a Arquidiocese de São Paulo como gestora de mídias sociais, Estagiária para os Doutores da Web com SEO. Gosto de áreas que me desafiem a escrever, como o futebol, que esta em constantes mudanças, costumo assistir os jogos do Santos com a fanática da minha irmã e acompanho meu pai nos jogos da Portuguesa, pois é, faz parte.

Artigos Relacionados

Topo