Para comemorar mais um ano de vida, Kun Aguero é um dos principais jogadores do Manchester City. Com pouco tempo de clube, o jogador anotava um dos gols mais importantes da carreira e também dos Citizens. Sendo assim, relembre o gol do argentino contra o Queens Park Rangers, na última partida da Premier League de 2011/12.

A SITUAÇÃO DO CAMPEONATO

O City precisava da vitória para vencer a Premier League daquele ano. Mas aos 90′, a partida estava 2 x 1 para o Queens Park Rangers, e o Manchester United, já tinha vencido sua partida contra o Sunderland fora de casa por 1 x 0.

O JOGO

O jogo foi bastante dramático para o Manchester City, a patida estava nos acréscimos com o QPR vencendo e tirando o campeonato dos Citizens. No entanto, foi quando aos 91′, Edin Dzeko anotou o gol de empate, e na última volta pro ponteiro, Kun Aguero acertou um belo chute e virou o jogo, dando o 3º título para os azuis de Manchester.

O argentino também conta alguns detalhes mais curiosos da partida em seu canal do Twitch, plataforma no qual ele joga, mas dessa vez foi uma transmissão assistindo justamente essa partida memorável. Primeiramente falou sobre o Joey Barton, que foi expulso por dar uma cotovelada em Tevez, não contente apenas com essa agressão, ainda chutou o atacante do City.

“Ele disse que foi expulso injustamente, mas deu uma cotovelada em Carlos! Felizmente eu estava lá para defendê-lo. De argentino a argentino, amigo a amigo. Mas você olha quando ele me chutou”.

“Olhe para o rosto dele (Barton), ele é um louco! Ele me chutou com força. Ele parece um assassino. Todos deveriam tirar uma foto do rosto dele. Mas Kompany estava lá para me ajudar e Samir (Nasri). olhe o vídeo, eu e Carlitos estávamos no chão! “

Em seguida Aguero ainda brincou falando para olhar para Clichy, se questionando porquê ele não o ajudou. E mostrando os fortes jogadores Kompany, Dzeko, De Jong e Balotelli, que estavam ali perto para ajudar na briga. “Pergunte-me como estou”.

AGUERO CONTA MAIS O QUE ACONTECEU NAQUELE DIA

O jogador conta que não fez nada naquela partida, e que só tinha recebido uma bola nas costas durante todo o jogo. Ele também conta que não queria ter chutado a bola do jeito que foi, e que se fosse como queria, com certeza teria acertado um zagueiro e não entraria.

Foto destaque: reprodução/ Manchester City

Ivan Garcia
Ivan Garcia
Me chamo Ivan Garcia. Tenho 20 anos, sou estudante do 6º semestre de jornalismo na Faculdade Paulus de Tecnologia e comunicação - FAPCOM. Fanático por todos os esportes, o futebol é algo que sempre esteve comigo, e desde criança sonhava em fazer parte do ramo esportivo. Acredito que não existe emoção maior que não seja no esporte, você fica feliz e triste em questão de minutos, e é isso que me faz gostar cada vez mais.

Artigos Relacionados