Klopp toma medida para tentar aproximar Mbappé do Liverpool

O mercado da bola tem ficado cada vez mais movimentado, enquanto as atividades do futebol seguem paralisadas por tempo indeterminado. De olho em Kylian Mbappé, do Paris Saint-Germain, o técnico Jürgen Klopp teria tomado uma medida para aproximar o camisa 7 do Liverpool. Dessa forma, o treinador do time inglês teria entrado em contato com o pai do jogador, interessado em seu futuro.

VEJA MAIS:

Marcos Braz rebate Bandeira e detona declarações: ‘Covarde ou mau caráter'

Brasil x Itália: confira como seria o prognóstico da final da Copa do Mundo de 1994

Segundo o jornal francês ‘Le10Sport', o contato de Klopp com o pai de Mbappé seria uma forma de saber, em primeira mão, sobre o futuro do atacante. Além disso, foi uma maneira de mostrar mais uma vez o interesse do Liverpool. Com a atitude do comandante técnico se torna mais evidente que os Reds irão com tudo para fechar com o francês na próxima temporada, quando restar apenas um ano de contrato com o PSG.

“O técnico do Liverpool teve o cuidado de contatá-lo para expressar seu interesse, mas também para entender as intenções de Mbappé para o próximo verão (na Europa). Essa abordagem de Klopp mostra claramente suas intenções em relação aos franceses: ele quer isso a todo custo”, diz a publicação.

Contudo, de acordo com a publicação do jornal, a chegada de Mbappé só aconteceria sob uma circunstância: a transferência de Sadio Mané para outro clube na próxima janela. Com isso, o técnico busca alguém à altura do senegalês. O camisa 10 do Liverpool interessa ao Real Madrid, assim como o francês, que é prioridade para os Merengues. Mbappé tem contrato com o PSG até 2022. Os parisienses querem estender o vínculo, mas essa não parece ser a vontade do camisa 7, que quer se transferir para outra equipe.

Foto destaque: Reprodução/The Sport Rush

Lauren Berger
Lauren Berger, gaúcha e apaixonada por futebol. Cresci vendo grandes nomes do Brasil em campo e um sentimento especial cresceu em mim. Vi Ronaldinho Gaúcho, Fernandão, Cristiano Ronaldo, Iniesta e foi amor à primeira partida. Estudo na Universidade Luterana do Brasil-RS.

Artigos Relacionados